Jornal do Brasil

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Rio

Câmara do Rio aprova fim da dupla função motorista-cobrador em ônibus

Jornal do Brasil

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou nesta quinta-feira (23) o Projeto de Lei dos vereadores Reimont (PT) e Marcelo Arar (PTB) que acaba com a dupla função motorista-cobrador nos ônibus da cidade.

Nas redes sociais, a vereadora Marielle Franco (Psol) comemorou o resultado da votação do projeto, que estava na Casa desde 2007. 

"O projeto devolve a dignidade aos profissionais rodoviários e melhora o serviço para os passageiros", comentou Marielle Franco, acrescentando que a bancada do Psol foi unânime na aprovação da lei.

O Projeto de Lei nº 1298-A/2007, aprovado em segunda discussão por 40 votos a favor e 1 contrário, que proíbe o acúmulo da dupla função de motorista e trocador nos ônibus. A medida seguirá para sanção ou veto do Poder Executivo. A proibição de acumular a dupla função é aplicável também aos micro-ônibus utilizados como transporte coletivo na cidade e assegura o retorno dos cobradores aos veículos.

O vereador Reimont parabenizou os trabalhadores rodoviários por terem se mobilizado. E indagou: "se eu dirigir um carro utilizando o celular serei multado, mas o motorista pode dirigir e dar o troco ao mesmo tempo?"

Para o vereador Marcelo Arar, a dupla função é uma violência contra o motorista que coloca em risco a vida dos passageiros, pedestres e do próprio trabalhador. "Na atual crise financeira, a medida vai reinserir no mercado de trabalho milhares de profissionais", afirmou.

A estimativa apresentada pelos parlamentares autores da medida é de que serão gerados cerca de 5 mil empregos na cidade.

Profissionais da categoria assistiram à votação na tarde desta quinta (23), na Câmara Municipal
Profissionais da categoria assistiram à votação na tarde desta quinta (23), na Câmara Municipal

Tags: câmara, mobilidade, rio de janeiro, trabalho, transporte, ônibus

Compartilhe: