Jornal do Brasil

Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

Rio

Operação conjunta da polícia com Forças Armadas no Rio já tem ao menos 20 presos

Agência Brasil

Pelo menos 20 pessoas foram presas na manhã de hoje (21) em operação conjunta das polícias estaduais, federais e das Forças Armadas, em sete comunidades da zona norte da cidade do Rio de Janeiro. A ação faz parte do plano federal de segurança para o estado do Rio.

Os policiais cumprem ordens judiciais em sete comunidades da zona norte do Rio de Janeiro: Jacarezinho, Alemão, Manguinhos, Mandela, Bandeira Dois, Parque Arará, além do Condomínio Morar Carioca.

Enquanto isso, os militares fazem cerco às comunidades afetadas. O espaço aéreo sobre essas áreas está restrito para aeronaves civis, mas o tráfego do Aeroporto Internacional Tom Jobim, que fica nas proximidades, não foi afetado.

Além das polícias estaduais (Civil e Militar) e das três Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), participam da ação agentes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Força Nacional de Segurança Pública e da Agência Brasileira de Inteligência.

Integrantes do serviço Disque-Denúncia também participam da ação. Eles estão no Centro Integrado de Comando e Controle do Rio, repassando, em tempo real, denúncias de esconderijos de criminosos, armas e drogas para o comando da operação. Denúncias podem ser feitas anonimamente pelo telefone (21) 2253-1177.

Um soldado do Exército foi preso na manhã de hoje, suspeito de ter vazado informações para criminosos das comunidades alvos da operação. De acordo com o Comando Militar do Leste, divisão do Exército responsável pelo Rio de Janeiro, o suspeito estava sendo monitorado e foi preso hoje.

Tags: armada, comunidade, força, jacarezinho, operação, rio

Compartilhe: