Jornal do Brasil

Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

Rio

Gilmar Mendes manda soltar, de novo, Jacob Barata Filho

Na quinta, ele já havia concedido habeas corpus, mas Marcelo Bretas determinou novamente a prisão

Jornal do Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar, mais uma vez, o empresário Jacob Barata Filho. A decisão, que foi assinada nesta sexta-feira (18), revoga a ordem de prisão expedida na quinta-feira (17) pelo juiz federal Marcelo Bretas justamente após Mendes ter concedido habeas corpus ao empresário.

Também nesta sexta-feira, procuradores da Operação Lava Jato pediram o impedimento de Gilmar Mendes no caso do Jacob Barata, citando entre outros fatos que sua mulher participa de escritório que advoga para a família Barata, e que ele foi padrinho de casamento da filha do empresário.

>> Procuradores pedem impedimento de Gilmar Mendes em ações contra Jacob Barata

>> Após Gilmar mandar soltar, Bretas manda prender Jacob Barata e Lélis Teixeira

>> "Ser padrinho de casamento impede alguém?", questiona Gilmar Mendes

Gilmar Mendes manda soltar, de novo, Jacob Barata Filho
Gilmar Mendes manda soltar, de novo, Jacob Barata Filho

Contudo, Gilmar Mendes já se manifestou descartando qualquer possibilidade de se declarar impedido: "Vocês acham que ser padrinho de casamento impede alguém de julgar um caso? Vocês acham que isto é relação íntima, como a lei diz?”, disse.

Jacob Barata Filho é suspeito de envolvimento em um esquema  que envolve empresas de ônibus do Rio de Janeiro e o ex-governador Sérgio Cabral, no qual teriam pago aproximadamente R$ 500 milhões em propinas. Barata Filho fora preso no aeroporto, quando embarcava para Portugal apenas com passagem de ida.

"Gilmar Mendes quer acabar com poder investigatório do MP"

>> Jacob Barata: 'JB' já havia alertado sobre 'insider' e informações antecipadas

>> Lava Jato: PF prende Jacob Barata Filho e cúpula do transporte rodoviário no Rio

>> MPF: grupo criminoso do transporte teria pago R$ 260 milhões a políticos

>> Cabral recebia "prêmios" para dar reajuste nas tarifas de ônibus, diz MP

>> Casamento da filha de Barata: protesto e segurança pública

Tags: barata, corpus, gilmar, habeas, jacob, juiz, mendes, stf

Compartilhe: