Jornal do Brasil

Sábado, 21 de Outubro de 2017

Rio

Manifestação de policiais em aeroporto do Rio repercute na mídia internacional

Oficiais seguravam um cartaz com os dizeres “Welcome to hell”

Jornal do Brasil

O protesto realizado por policiais civis e delegados do Rio de Janeiro, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na última segunda-feira (27), repercutiu em jornais do exterior. A cena mais comentada mundo afora foi a imagem de policiais segurando uma faixa com os dizeres “Welcome to hell” (Bem vindo ao inferno).

A repercussão da manifestação pela imprensa estrangeira era justamente o objetivo dos organizadores do protesto. De acordo com um dos líderes do movimento, a ideia da manifestação surgiu após a declaração do governador, Francisco Dornelles, dizendo que o Rio de Janeiro estava em estado de calamidade.

Publicações da Austrália, Índia, Rússia, Estados Unidos noticiaram o protesto dos servidores. O britânico ‘The Independente’ ressalta a fala do governador, admitindo o temor de fracasso dos Jogos Olímpicos devido à falta de segurança. A BBC foi outra que repercutiu a manifestação e lembrou a crise financeira enfrentada pelo Rio de Janeiro, dizendo que policiais e bombeiros estão sem receber seus pagamentos e ameaçam parar os serviços.

>> Brazilian police greet tourists with 'Welcome to Hell' sign at Rio airport

>> Rio 2016: 'Welcome to Hell' warn police

O site do canal de TV norte americano, Fox News, destacou a manifestação dos policiais e citou a morte do tenente da Polícia Militar, Denilson Theodoro de Souza, de 48 anos, que fazia a segurança particular do prefeito Eduardo Paes. Denilson foi morto após ser baleado durante uma tentativa de assalto.

Além da preocupação com segurança, o jornal ’Nine News Australia’ citou a saúde como um outro ponto crítico durante os jogos. A preocupação explicita na publicação refere-se a um grafite feito em uma ponte próximo à entrada do Aeroporto do Galeão com os dizeres: “Bem-vindos, não temos hospitais”.

Imprensa internacional repercute protesto de policiais no Aeroporto Internacional Tom Jobim
Imprensa internacional repercute protesto de policiais no Aeroporto Internacional Tom Jobim

A situação das contas do estado do Rio de Janeiro está cada dia pior. Para se ter ideia, de acordo com uma publicação na coluna do jornalista Lauro Jardim, no jornal O Globo, a falta de verbas teria, inclusive, feito um juiz adiar uma audiência pois a Secretaria de Administração Penitenciária não conseguiu fazer o transporte de um grupo de presos, alegando falta de dinheiro para colocar gasolina.

>> 'CBS Sports': Governador do Rio admite que Olimpíadas podem ser um “grande fracasso”

>> Sobe para 51 o número de policiais militares mortos no Rio desde o início do ano

>> Em protesto contra falta de salários, policiais civis fazem ato no Rio

Nesta terça-feira (28), uma entrevista com o governador interino, Francisco Dornelles, foi publicada no site americano CBS Sports. Na publicação, Dornelles admite o medo de um fracasso durante as olimpíadas devido à falta de segurança.

Segundo a reportagem do CBS Sports, para Dornelles, “sem segurança e sem metrô, haverá dificuldades. Como é que as pessoas vão chegar aos locais de competições sem metrô? Como é que as pessoas vão se sentir protegidas na cidade sem segurança? A frota da polícia corre o risco de parar. Conseguimos fazer uma ginástica financeira e só aguentaremos até o fim da semana”, admitiu Dornelles.

Tags: Rio, mídia, protesto, repercussão, violência

Compartilhe: