Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

Rio

RJ: Eduardo Paes nega atraso em obras de mobilidade para 2016

Portal Terra

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, negou atrasos nas obras de mobilidade urbana previstas para estarem prontas para os Jogos Olímpicos de 2016. Em pelo menos cinco delas, o Tribunal de Contas do Município pediu mudanças nos projetos. "Trabalhamos sempre com antecedência. Se o Tribunal de Contas pede mudanças, nós mudamos. Vamos respeitar. Temos prazo para fazer", disse na inauguração simbólica do primeiro trecho de 440 metros do Túnel do Binário, entre a rua 1º de Março e a Praça Mauá. "É simbólico porque estamos hoje a três anos dos Jogos Olímpicos e representa um resgate ao centro da cidade", afirmou.

Ainda sobre prazos, o prefeito disse que o início da derrubada do viaduto da Perimetral, prevista para começar em setembro, será iniciada ainda no segundo semestre deste ano. "Não falo em datas, mas garanto que vai começar ainda no segundo semestre", disse, afirmando que durante o primeiro semestre de 2014 o trecho do túnel que liga a 1º de Março à rua Antônio Laje, num total de 1.480 metros, será liberado ao trânsito de veículos. "Sabemos da importância desse túnel para o trânsito na região, mas nossa prioridade segue sendo dotar o centro da cidade do Veículo Leve sobre Trilhos", confirmou Paes.

Sobre as críticas ao excesso de prédios comerciais no chamado Porto Novo, Eduardo Paes deve mandar em breve à Câmara de Vereadores, um projeto que dê incentivos fiscais a projetos residenciais na região. "Uma cidade sem centro é uma cidade sem alma. Quero que de 40% a 45% dos novos prédios da região portuária sejam residenciais. Quero as pessoas morando aqui", afirmou o prefeito, que se recusou a comentar os problemas enfrentando pelo governo do Estado com o PT, que pretende deixar a base aliada de Cabral. "Não estou em momento de comentar questões eleitorais. Talvez ano que vem", disse sorrindo.

Multa

Eduardo Paes confirmou que, após período de campanha publicitária, no próximo dia 20 de Agosto entre em vigor a lei que vai multar quem jogar lixo no chão. O projeto Lixo Zero, da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), fez uma ação na manhã de hoje ao lado da organização do Rock in Rio, na praia de Ipanema, para conscientizar a população de que é preciso jogar lixo no lixo.

"Quem vai à praia hoje já pôde ver a quantidade de sujeira que produz. Vamos multar para valer", prometeu Paes, negando a intenção de transformar as multas em trabalhos sociais.

Tags: Rio, atraso, esporte, obra, olimpíada

Compartilhe: