Jornal do Brasil

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Rio

Estações Cantagalo e General Osório do metrô já estão fechadas para obras

Jornal do Brasil

As estações Cantagalo e General Osório estão fechadas a partir deste sábado (23) para as obras de interligação da nova plataforma da Estação General Osório ao túnel das linhas 1 e 2 do metrô. Além de aumentar a capacidade, a nova plataforma vai permitir a conexão entre as linhas 1 e 4 sem necessidade de baldeação. 

Por conta disso, a Estação Cantagalo ficará fechada por 15 dias e a General Osório, por aproximadamente dez meses.

Durante o período de obras, a Linha Extensão Metrô na Superfície, que atualmente sai da Estação Ipanema/General Osório sentido Gávea, e a linha de ônibus 525 (antiga Barra Expresso) serão transferidas para a Estação Siqueira Campos. Os pontos de parada das linhas não serão modificados.Com o remanejamento dos ônibus para a Siqueira Campos, a ciclovia localizada na Rua Figueiredo Magalhães - entre as ruas Tonelero e Capelão Álvares da Silva - passará do lado direito para o lado esquerdo da via. Haverá também alteração da localização de um ponto de táxi na Siqueira Campos para implantação de ponto provisório para embarque de passageiros dessas linhas de ônibus.

A estação Cantagalo será reaberta, em março, com um trem fazendo o trajeto Cantagalo – Siqueira Campos – Cantagalo. Assim, os passageiros que embarcarem na Cantagalo e quiserem seguir para a Zona Norte precisarão desembarcar na plataforma Siqueira Campos e trocar de trem. A operação se manterá desta forma até a conclusão das obras e a reabertura da Estação General Osório.

A partir de 2016, a Linha 4 do Metrô transportará mais de 300 mil passageiros por dia, retirando das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico. Com 16 quilômetros de extensão, a nova linha será composta por seis estações (Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, São Conrado, Gávea e Jardim Oceânico) e deverá realizar o trajeto Barra-Ipanema em apenas 15 minutos e o Barra-Tijuca, em 50 minutos.

Tags: Governo, Metrô, Obras, Rio, fechamento

Compartilhe: