Jornal do Brasil

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Rio

Apesar de acordo com governo, professores da UFRJ mantém greve

Agência Brasil

Os professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) decidiram em assembleia hoje (3), no campus da Ilha do Fundão, manter a greve da categoria que já dura dois meses. A Associação dos Docentes da UFRJ disse, em nota, que uma nova assembleia, marcada para a próxima sexta-feira (10), poderá ser antecipada “se houver alguma novidade no processo de negociação [com o governo], em Brasília”.

O governo assinou hoje (3) acordo com uma das quatro entidades de classe que representam a categoria, a Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes). Os docentes da UFRJ não aceitam o acordo com a Proifes, entidade que, segundo eles,“não representa nacionalmente a base da categoria, composta por quase 100 mil docentes”.

De acordo com Mauro Iasi, presidente da Associação de Docentes da UFRJ, “o governo adotou uma postura arrogante e desrespeitosa com a categoria ao querer assinar um acordo com uma entidade (Proifes) praticamente insignificante diante da maioria da categoria. Agora reforçaremos nossas manifestações para que o governo reabra novamente as negociações. Nosso desejo é dar fim a este impasse o mais rápido possível”, disse.

Tags: educação, federais, mec, paralisação, servidores

Compartilhe: