Jornal do Brasil

Segunda-feira, 30 de Maio de 2016

Rio

Cremerj abrirá denúncia contra médico que defende parto domiciliar

Jornal do Brasil

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) enviará denúncia ao Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo contra o médico Jorge Francisco Kuhn, que participou de reportagem do Fantástico defendendo o parto domiciliar. O vídeo foi exibido na edição de ontem do programa.

O Cremerj é contra a realização de partos domiciliares. São muitas as complicações possíveis durante um trabalho de parto, que demandam atendimento médico imediato, em local equipado e com uma equipe preparada para enfrentá-las. O parto é um processo dinâmico, em que não se pode estabelecer o risco mesmo em mulheres sadias e com pré-natal sem anormalidades.

A denominação de “parto humanizado”, na verdade, mascara o risco a que mãe e bebê estão sujeitos. O local adequado para o parto é a maternidade, dotada de estrutura e profissionais capacitados para que o nascimento possa ser feito com tranquilidade.

O posicionamento do Cremerj é acompanhado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), por todos dos Conselhos Regionais de Medicina do país e por entidades como a Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) e pela Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Estado do Rio de Janeiro (Sgorj), entre outras.

Tags: Conselho, gestação, jorge francisco kuhn, medicina, médico, parto, regional

Compartilhe: