Jornal do Brasil

Domingo, 25 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Rio

Vereadores aprovam  projeto que cria cargo de professor de ensino religioso

Jornal do Brasil

Na sessão legislativa desta  quinta-feira, presidida pelo vereador Jorge Felippe (PMDB),  foi aprovado, em última discussão,  com 28 votos favoráveis , o Projeto de Lei n° 862/2011, de autoria do Poder Executivo, que tem por objetivo criar no quadro permanente da Prefeitura a categoria funcional de professor de ensino religioso, para atuação exclusiva no âmbito da Secretaria Municipal de Educação – SME.  O projeto recebeu 24 emendas  parlamentares.  Do total,  foram aprovadas sete, entre elas a de nº 23, de autoria do vereador Jorge Braz (PTdoB),  que obriga a Secretaria Municipal de Educação afixar, nas escolas municipais onde serão implantadas a disciplina, em locais de fácil e clara visualização, cartazes informando aos pais que a matéria ensino religioso é de matrícula facultativa, conforme .

De acordo com o projeto, o ingresso dos professores será feito mediante concurso público por meio de provas e títulos, para atuação no ensino fundamental. A composição de cargos criada por esse projeto corresponde a 600 vagas para Professor de Ensino Religioso, sendo necessária a habilitação mínima de licenciatura em Sociologia, Filosofia ou História.  Bacharel em Teologia também será aceito, caso tenha licenciatura nos campos específicos do conhecimento do ensino fundamental. A carga horária será de dezesseis horas semanais e os aprovados atuarão nas unidades de ensino do Município.

Segundo o Prefeito Eduardo Paes, as atribuições específicas do cargo estão relacionadas à interação com os demais profissionais da unidade escolar para a construção coletiva do projeto político-pedagógico, garantindo a inserção dos valores morais, éticos e espirituais em todas as ações e espaços de convivência, além de preparar o aluno para a adversidade e para o conhecimento da ideia de transparência a partir de sua tradição religiosa.

No mês de junho, a Comissão Permanente de Educação e Cultura da Câmara do Rio promoveu audiência pública para análise e discussão do projeto de lei nº 862/2011.  O encontro reuniu no Plenário da Casa líderes religiosos, parlamentares, profissionais da educação e membros da sociedade civil.

Tags: cargo, criação, câmara de vereadores, educação, ensino religioso, estado laico, orientação, rede de ensino municipal, religiosidade

Compartilhe: