Jornal do Brasil

Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

Rio

Rio fará jornada da confraternização de jovens de todas as religiões

Portal Terra

MADRI – O governador Sérgio Cabral disse que o Rio de Janeiro dará “uma moldura muito especial” à próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em 2013. Ao lado do prefeito Eduardo Paes, durante almoço que reuniu 150 pessoas, entre autoridades e religiosos, na tarde deste sábado (20/8), na capital espanhola, Cabral destacou que o evento do Rio será o primeiro realizado na América do Sul e vai representar uma grande confraternização entre milhões de jovens, reunindo os cristãos e também os adeptos de todas as religiões.

– Estou emocionado com o que vejo aqui. Milhões de jovens nas ruas de maneira tão fraterna e tão bonita. Latinoamericanos, africanos, europeus, asiáticos... Fico imaginando como será no Rio de Janeiro. Acho que o Rio vai dar uma moldura muito especial à Jornada de 2013, mais um evento que se dará pela primeira vez na América do Sul. Temos um povo carinhoso e que vai confraternizar com a juventude do mundo inteiro. Tenho certeza de que os cristãos, os não-cristãos, os de outras religiões, todos estarão juntos recebendo esses milhões de jovens, acima de qualquer crença – afirmou o governador.

Em clima de expectativa para a missa deste domingo (21/08) em que o Papa Bento XVI anunciará oficialmente o Rio como sede da próxima JMJ, o almoço reuniu ainda o presidente da CNBB, cardeal arcebispo Raymundo Damasceno Assis, e o arcebispo da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta. O prefeito Eduardo Paes disse que a Jornada no Rio será organizada de modo a ocupar todas as áreas da cidade e envolver os cariocas de todas as regiões.

– O Aterro do Flamengo, um lugar tradicional que recebeu o Papa João Paulo II, certamente terá lugar de destaque na organização do evento. Mas vamos democratizar a presença dessa juventude internacional também pelo subúrbio e pelas zonas Norte e Oeste. Queremos usar a cidade inteira nessa grande celebração e sempre com a estátua do Redentor nos abençoando lá de cima – afirmou Paes.

Sérgio Cabral ressaltou ainda a importância do evento para a economia da cidade e do estado e declarou que os governos e a sociedade trabalharão juntos para fazer “a Jornada mais bonita da história”:

– Do ponto de vista econômico, é impressionante. Desde o albergue da juventude às igrejas (que também hospedam os jovens), aos hotéis, tudo fica lotado. As ruas ficam tomadas e os museus e pontos turísticos, cheios. Tive a oportunidade de estar com o Papa Bento XVI em 2007, em Roma. Aquilo me emocionou muito. Voltar a vê-lo aqui e saber que daqui a dois anos ele estará no Rio é algo muito emocionante. E todos podem estar certos que nós, do Rio de Janeiro, a Prefeitura, o Governo do Estado, o Governo Federal, juntos com toda a sociedade, faremos a Jornada mais bonita da história – disse o governador.

A Jornada de Madri reúne mais de um milhão e meio de jovens de 182 países, sendo 21 mil deles brasileiros. Para o prefeito, o Rio de Janeiro tem condições de bater todos os recordes de público, inclusive o registrado em 1995 em Manila, nas Filipinas, onde estiveram presentes três milhões de peregrinos.

– Ao chegar em Madri, fiquei muito impressionado com a dimensão do evento, o tamanho deste encontro fantástico. As ruas estão completamente tomadas por jovens; hotéis e restaurantes, lotados. Em cada esquina, manifestações de confraternização, congraçamento, reflexões para a construção de um mundo melhor. E não tem ambiente mais propício do que o Rio, a cidade conhecidamente abençoada por Deus, para receber este evento. O Brasil é um país de dimensões continentais com maioria católica e a nossa cidade tem um povo acolhedor e cenário único. Se Deus é brasileiro e outro papa já se declarou carioca, tenho certeza de que Bento XVI não vai resistir aos encantos do Rio e de nossa gente e vai ser mais um papa carioca – declarou Paes.

Às 9h30 deste domingo (21/8), no horário de Madri (4h30 no horário de Brasília), o governador e o prefeito participarão da missa de encerramento da JMJ de 2011. Além de anunciar oficialmente o Rio como a próxima sede, e consequentemente a sua ida à cidade pela primeira vez, o Papa Bento XVI entregará a um grupo de 10 jovens brasileiros a Cruz Peregrina, símbolo da Jornada.

Tags: cabral

Compartilhe: