Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Rio

Inundação de esgoto nas ruas de Niterói deixa nove feridos. Veja o vídeo

Jornal do Brasil

Pelo menos nove pessoas ficaram feridas e foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros após o rompimento de uma parede de 7 metros de concreto de uma estação de tratamento de esgoto em Niterói. O acidente espalhou 5 milhões de litros de dejetos pelas ruas do Centro da cidade no início da tarde deste domingo. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Estadual Azevedo Lima, e sete já foram libaradas. Duas delas foram transferidas para um hospital particular.

O diretor da empresa Águas de Niterói, responsável pela estação de Toque-Toque - na qual ocorreu o rompimento - Dante Luvisoto, disse ontem que  a concessionária vai indenizar todos os atingidos pelo rompimento da estação, localizada na Praça Azevedo Cruz, no Centro da cidade.

"Infelizmente foi um acidente", afirmou Luvisoto, ao vistoriar o local. "Estamos levantando as causas, e todo  e qualquer dano e prejuízo a quem quer que seja, a empresa vai arcar com o ônus".

Apesar da gravidade da situação, o prefeito de Niterói, Jorge Roberto Silveira, não apareceu no local, e a prefeitura limitou-se a emitir uma nota, informando que acompanhará as investigações.

No momento do acidente, os dejetos invadiram as ruas próximas, entraram em casas e lojas e arrastaram dezenas de veículos.

Veja o vídeo gravado instantes após a inundação:

A dona de casa  Mônica de Souza Carvalho, de 42 anos, foi surpreendida pelo barulho do rompimento do tanque e pela correnteza de dejetos. Ao tentar ajudar os vizinhos,que foram arrastados pela água, também acabou ferida com um corte no pé.

>> Alerj notifica Águas de Niterói por causa do acidente

"Ouvi um estrondo, uma barulheira. Quando eu fui ver, vi o seu Bira (um morador) caído, engolindo aquela água, todo machucado e saí imediatamente para ajudar", contou.

O professor Marcos Vinícius Macedo, de 45 anos, também estava no local e teve que correr para não ser atingido.

"Eu vi aquela água podre para todos os lados, por dentro das lojas, da papelaria, do cabeleireiro." Para ele, a obra da estação foi feita às pressas e por isso ficou malfeita.

A concessionária Águas de Niterói  informa que  está apurando as causas do acidente, mas ressalta que não havia nenhum indiciativo de que o tanque poderia estourar.

Dante Luvisoto também assegura que o tratamento de esgoto no município não será interrompido e que, em 90 dias, a estação será recuperada.

Obras em 2009

Segundo a Águas de Niterói, Inaugurada em maio de 2004, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Toque-Toque foi implantada originalmente com vazão de 220 litros por segundo, atendendo ao Centro de Niterói e parte da Zona Norte da cidade, coletando e tratando o esgoto de 80 mil habitantes.

Em 2009, a unidade foi ampliada passando a ter capacidade para 400 litros por segundo. Atualmente, a estação atende a uma população de aproximadamente 110 mil pessoas.

Águas de Niterói

 

Em novembro de 1999, a concessionária Águas de Niterói assumiu os serviços de distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto no município. A instituição pertence ao grupo Águas do Brasil, formado pelas empresas Developer, Queiroz Galvão Participações-Concessões S.A., Trana Construções Ltda., e Construtora Cowan S.A.

O Grupo Águas do Brasil também está presente em outros municípios do Rio de Janeiro e São Paulo.

No Rio de Janeiro, o grupo opera em Petrópolis e Nova Friburgo, na Região Serrana; em Niterói, entre a Baía de Guanabara e a Região Oceânica; em Araruama, Saquarema e Silva Jardim, na Região dos Lagos; em Resende, no sul do Estado, e em Campos dos Goytacazes, no norte, ambas às margens do Rio Paraíba do Sul.

Em São Paulo, o Grupo atua em Araçoiaba da Serra (Águas de Araçoiaba), com gestão total; em Jaú (Sanej) e Araçatuba (Sanear), com o tratamento do esgoto; e com produção de água tratada em Ourinhos (Águas de Esmeralda).

>> Câmara de vereadores recebe técnico da Águas de Niterói para explicações

 

Tags: Niterói, esgoto, vazamento, vídeo, águas de niterói

Compartilhe: