Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Rio

Blogueiro Ricardo Gama diz que, se algo lhe acontecer, a culpa é de Cabral

Jornal do BrasilMaria Luisa de Melo

Em uma de suas mais novas postagens na internet, depois de ser liberado do Hospital Copa D'or, em Copacabana (Zona Sul do Rio), o blogueiro Ricardo Gama, vítima de atentado que lhe resultou em três tiros no rosto e um no pescoço, ataca mais uma vez o governador Sérgio Cabral. Agora, segundo o texto do blog, Gama parece insinuar que o governador tem responsabilidade em seu atentado.

"Me lembro bem, como se fosse ontem, algumas pessoas do governo dizendo que eu ia me arrepender pelo que tinha feito com Sérgio Cabral ao expor o seu lado verdadeiro. E digo mais: Sr. Governador Sérgio Cabral, já estou em casa, todo quebrado, mal consigo enxergar direito, e sem nenhuma proteção. Se algo acontecer de novo comigo ou com a minha família, a culpa terá um nome: GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL".

O Jornal do Brasil entrou em contato com Ricardo Gama por e-mail, para que ele esclarecesse as declarações. No entanto, o blogueiro não retornou os e-mails. 

Também procurada, a assessoria de imprensa do governador limitou-se apenas a informar que, se o blogueiro diz que a culpa é de Cabral porque ele não está tendo proteção em casa, o assunto deve ser tratado com a Secretaria de Segurança do Rio.

Ricardo Gama é filiado ao Partido da República (PR), ao qual pertence o ex-governador do Rio Anthony Garotinho, grande inimigo político de Sérgio Cabral

Delegado prefere o silêncio

Responsável pelas investigações do atentado sofrido por Ricardo Gama no bairro Peixoto, em Copacabana (Zona Sul do Rio), o delegado titular da 12ª DP, Antenor Lopes Martins Junior, informou na tarde desta quarta-feira (6) que não dará informações sobre o caso enquanto as investigações não forem concluídas.

"As investigações estão caminhando. O caso é muito complexo e não darei dados enquanto não terminar de investigar", afirmou o delegado.

Blog polêmico

Em seu blog, Ricardo Gama tece duras críticas não apenas a Cabral, mas também ao prefeito Eduardo Paes. Pouco antes do atentado, textos denunciando que um "empresário" que abastecia a Favela da Rocinha de cocaína estava voltando às ruas também foi bem acessado. Já num outro texto, Gama afirma: "cinco vagabundos da quadrilha do traficante Nem da Favela da Rocinha envolvidos em tiroteio em hotel estão voltando para o Rio de Janeiro".

Blogueiro cobra de Cabral mais empenho para investigar atentado e fala de suopsta "máfia" do metrô:

Tags: blogueiro, ricardo gama

Compartilhe: