Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Novembro de 2017

Rio

Para juristas, PMs deveriam ganhar mais do Estado

Bônus pagos pela prefeitura é como "dar migalhas" a agentes

Jornal do BrasilJosé Luiz de Pinho

As gratificações pagas pela prefeitura para policiais militares lotados nas 13 Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) instaladas no Rio – R$ 500 aos praças e R$ 1 mil aos comandantes – encontram resistência por parte de  juristas da área de direitos humanos. 

Eles consideram que a iniciativa do poder público é como “dar migalhas” aos policiais, ao invés de criar uma legislação específica para garantir um aumento digno de salários a PMs e policiais civis. 

>> Leia a reportagem completa no JB Digital

Tags: PM, Polícia Militar, gratificações, juristas

Compartilhe: