Jornal do Brasil

Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

Rio

Condenado por morte do menino João Hélio vai morar na Suíça

Jornal do Brasil

JB Online

RIO - Ezequiel Toledo de Lima, um dos acusados de participação do assassinato do menino João Hélio Fernandes, de 6 anos, no dia 7 de fevereiro de 2007, já está na Suíça com a família. Ele foi solto no último dia 10 pelo juiz da Vara de Infância e da Juventude, que ainda determinou que Ezequiel ingressasse no Programa de Proteção à Criança e Adolescente, destinado aos que estão ameaçados de morte.

Ezequiel teria sofrido ameaças de morte no Instituto João Luiz Alves, onde cumpriu pena. A mãe do rapaz também teria sido ameaçada. Através da organização não-governamental Projeto Legal, ele conseguiu embarcar para a Suíça, com garantia de casa e identidade novas para recomeçar sua vida.

O menino João Hélio foi arrastado por cerca de sete quilômetros, depois de ter ficado preso pelo cinto de segurança do carro da mãe, após um assalto na Rua João Vicente, perto da Praça do Patriarca, em Oswaldo Cruz. Os bandidos abandonaram o carro na Rua Caiari, com o menino já morto.

Além de Ezequiel, outras quatro pessoas foram presas. Carlos Eduardo Toledo de Lima, condenado a 45 anos de prisão; Diego Nascimento da Silva, a 44 anos e três meses; Carlos Roberto da Silva e Tiago de Abreu Mattos, condenados, cada um, a 39 anos de reclusão.

Compartilhe: