Jornal do Brasil

Rio

Exército e polícia deflagram operação contra roubo de cargas no Rio

Jornal do Brasil

Uma operação contra o roubo de cargas foi deflagrada nesta terça-feira (11) na região metropolitana do Rio. Participaram da ação integrantes das polícias Civil e Militar, da Força Nacional e do Exército. A Avenida Brasil, via de acesso à cidade que registra grande número de assaltos contra motoristas, foi um dos pontos de abordagens de caminhões.

A ação, batizada de Dínamo Cargas, contou com a presença do secretário estadual de Segurança, general Richard Nunes, que ressaltou a diminuição dos índices de roubo de cargas, desde o início da intervenção federal no estado, em fevereiro deste ano.

“Esta operação tem como objetivo integrar todas as forças da intervenção, para que a gente possa reduzir esta modalidade criminosa, que é uma das formas de financiamento do crime organizado. Nós estamos atuando nas manchas criminais levantadas pelo Instituto de Segurança Pública [ISP], atuando principalmente na Avenida Brasil, entre os trevos que dão acesso às rodovias federais, até a Vila Kennedy. Do outro lado da Baía de Guanabara, estamos atuando em São Gonçalo, e na Baixada Fluminense, particularmente em Queimados e Belford Roxo. A operação está ocorrendo simultaneamente em todas essas áreas”, explicou o secretário.

Uma operação contra o roubo de cargas foi deflagrada hoje (11) na região metropolitana do Rio. Participaram da ação integrantes das polícias Civil e Militar, da Força Nacional e do Exército. A Avenida Brasil, via de acesso à cidade que registra grande número de assaltos contra motoristas, foi um dos pontos de abordagens de caminhões.

Ação

A ação, batizada de Dínamo Cargas, contou com a presença do secretário estadual de Segurança, general Richard Nunes, que ressaltou a diminuição dos índices de roubo de cargas, desde o início da intervenção federal no estado, em fevereiro deste ano.

“Esta operação tem como objetivo integrar todas as forças da intervenção, para que a gente possa reduzir esta modalidade criminosa, que é uma das formas de financiamento do crime organizado. Nós estamos atuando nas manchas criminais levantadas pelo Instituto de Segurança Pública [ISP], atuando principalmente na Avenida Brasil, entre os trevos que dão acesso às rodovias federais, até a Vila Kennedy. Do outro lado da Baía de Guanabara, estamos atuando em São Gonçalo, e na Baixada Fluminense, particularmente em Queimados e Belford Roxo. A operação está ocorrendo simultaneamente em todas essas áreas”, explicou o secretário.



Recomendadas para você