Jornal do Brasil

Sábado, 21 de Julho de 2018 Fundado em 1891

País

Chuva causa morte de idosa em São Paulo

Jornal do Brasil

A forte chuva que atinge a capital paulista na tarde desta terça-feira, 20, deixou a cidade em estado de atenção para alagamentos e provocou a morte de uma idosa. Segundo o Corpo de Bombeiros, ela foi vítima do desabamento de uma casa na Rua Maria Renata, na região do Limão, zona norte de São Paulo.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), há alertas de alagamento para a zona oeste, sudeste, norte, centro e também nas Marginais do Tietê e do Pinheiros. Importantes avenidas como a 9 de Julho, a Rebouças e a 23 de Maio foram interditadas. 

Segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), alagamentos interromperam a circulação de trens da Linha 8-Diamante, entre as Estações Palmeiras-Barra Funda e Lapa. Às 17h05, a operação foi normalizada. As Linhas 9-Esmeralda e 11-Coral operam com velocidade reduzida. No Metrô, a Linha 3-Vermelha, a mais movimentada do sistema, também está com lentidão em função da chuva e dos alagamentos.

De acordo com entrevista do capitão Marcos Palumbo, do Corpo de Bombeiros, à GloboNews, houve ao menos 33 ocorrências envolvendo queda de árvores na capital paulista.

Conforme o CGE, as próximas horas seguem com tempo instável, com chuvas atuando em outros bairros, com potencial para formação de alagamentos, rajadas de vento e eventual queda de granizo.

De acordo com informações da meteorologista Josélia Pegorin, do Climatempo, a chuva intensa foi causada pela presença de nuvens carregadas em vários locais do Estado e na capital, que trouxeram o temporal para a primeira tarde de outono de 2018.

"Temos uma frente fria, que chegou ao litoral de São Paulo, e foi um dia quente, além da grande disponibilidade de umidade no ar", explica Pegorin.

Por ser uma estação de "transição", o outono deve ter uma redução gradativa da umidade e da temperatura na maioria dos Estados, mas a mudança pode levar algumas semanas. "A atmosfera leva um tempo para se adaptar à estação." 

Interdição

Por causa da chuva, as Avenidas 23 de Maio e 9 de Julho ficaram totalmente interditadas, no sentido do Aeroporto de Congonhas, perto do Viaduto Euclides Figueiredo, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A Avenida Rebouças também foi interditada, em ambos os sentidos, na altura da Avenida Brasil.

O Túnel Anhangabaú, no sentido do aeroporto, na região da Praça da Bandeira, e o Túnel Max Feffer, no sentido bairro, também foram bloqueados. 

A Rua Antônio Munhoz Bonilha foi bloqueada, em ambos os sentidos, perto da Avenida Nossa Senhora do Ó. Já a Avenida Francisco Matarazzo também esteve com alagamento intransitável, nas proximidades da Avenida Pompeia. A Avenida Rubem Berta foi interditada, em ambos os sentidos, perto do Viaduto Onze de Junho. As informações são da CET.



Tags: cet, chuva, cptm, limao, sao paulo

Compartilhe: