Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Maio de 2018 Fundado em 1891

País

Moreira Franco diz que caso na Caixa "já está resolvido"

Governo afastou vice-presidentes de banco após recomendação do MPF e do BC

Jornal do Brasil

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, disse neste domingo (21) que o caso envolvendo o afastamento de vice-presidentes da Caixa Econômica Federal "já está resolvido".

Moreira e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, participaram da entrega de 253 unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, que faz parte do Programa Agora, É Avançar.

Uma investigação independente, divulgada na última terça-feira (16), apontou indícios de que Derziê Sant'Anna, um dos vice-presidentes afastados, teria fornecido informações sobre operações do banco ao presidente Michel Temer e a Moreira Franco, ou atendido a pedidos dos dois.

Moreira afirmou que sempre teve uma relação "de natureza funcional" com o vice-presidente afastado da Caixa. "Qualquer solicitação, pergunta, indagação sempre estiveram no âmbito funcional", reforçou o ministro, acrescentando que em toda sua vida pública nunca teve nenhuma atitude que pudesse gerar "envergonhamento".

Investigação aponta que vice-presidente afastado fornecia informações sobre operações a Moreira

O afastamento de quatro dos 12 vices-presidentes da Caixa foi determinado pelo presidente Michel Temer após o Ministério Público Federal do Distrito Federal e o Banco Central recomendarem a conduta ao governo. Temer deu a ordem ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e ao presidente da Caixa, Gilberto Occhi, para que procedessem com os afastamentos.

Os vice-presidentes são suspeitos de participar de irregularidades envolvendo os fundos de investimento da Caixa. As irregularidades foram apontadas na Operação Greenfield, da Polícia Federal, que investiga desvios em fundos de pensão de bancos e de estatais.

>> Caixa aprova estatuto que muda escolha de dirigentes

>> Comissão de Ética da Presidência julgará executivos afastados da Caixa



Tags: banco, brasil, caixa, governo, indicação, irregularidades, política

Compartilhe: