Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

País

PT faz atos em todo o país em defesa da participação de Lula na eleição para presidente

Comitês foram instalados em pelo menos nove capitais. Julgamento será no dia 24

Jornal do Brasil

O Partido dos Trabalhadores (PT) realizou, ao longo deste sábado (13), atos em diversos estados do país em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que será julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, no próximo dia 24. As manifestações defendem a participação de Lula na eleição para presidente, este ano. 

O ex-presidente foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a nove anos e meio de prisão, por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. O recurso será agora julgado pelo TRF4.

Foram inaugurados comitês "em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato" em pelo menos nove capitais (São Paulo, Belo Horizonte, Paraná, Florianópolis, Porto Alegre, Goiânia, Salvador, Fortaleza e Porto Velho).

PT faz atos em todo o país em defesa da participação de Lula na eleição para presidente
PT faz atos em todo o país em defesa da participação de Lula na eleição para presidente

O PCdoB e o Psol apoiaram as manifestações. Em nota divulgada neste sábado, o Psol destacou que "Lula tem todo o direito de participar das eleições de 2018, apresentando suas propostas para o Brasil". "O inesperado julgamento do recurso do ex-presidente Lula no Tribunal Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, para o mês de janeiro é, no entender do PSOL, parte das tentativas de consolidar o golpe institucional de 2016. A condenação de Lula, em sentença proferida sem quaisquer provas na primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, já seria um absurdo jurídico. Mas antecipar o julgamento do recurso para o mês de janeiro, logo após o fim do recesso do Judiciário, representa uma evidente tentativa de influenciar o quadro eleitoral deste ano e impedir o direito de Lula de se candidatar.", diz a nota do partido.

Além dos comitês, um abaixo-assinado virtual recolhe assinaturas. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, criticou a atuação do Judiciário no caso. "Infelizmente o Judiciário trabalha com parcialidade. Espero que o TRF-4 possa refazer isso, absolvendo o presidente Lula. A única sentença possível nesse processo é a absolvição. Se eles queriam briga política, acertaram em brigar conosco. Na política nós sabemos brigar", disse. Estão previstos outros atos nos dias 16, no Rio, e 18, em São Paulo.

Deputados do PT se reúnem com presidente do TRF4 e pedem imparcialidade

O líder da bancada do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), acompanhado por um grupo de parlamentares do PT, entregou na sexta-feira (12) ao presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, uma carta-manifesto contra os trâmites adotados, até agora, no processo de julgamento do ex-presidente Lula.

“Reafirmamos o nosso ponto de vista de que uma eleição este ano sem Lula é uma fraude, um golpe”, disse Pimenta, em entrevista coletiva logo após a reunião.  A comitiva reforçou que espera do tribunal um julgamento nos limites daquilo que a lei estabelece e que prevaleça o viés imparcial da Justiça no processo do ex-presidente. “Quando essa garantia deixa de existir, todo o sistema é colocado em risco e fica sob suspeita”.

Tags: 2018, condenação, eleição, jato, justiça, lava, lula, trf

Compartilhe: