Jornal do Brasil

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

País

PSDB apoia reforma da Previdência, sem contudo fechar questão

Tucanos se reuniram nesta quarta-feira. Mais cedo, Aécio se encontrou com Temer

Jornal do Brasil

Após reunião de sua Comissão Executiva Nacional, nesta quarta-feira (22), o PSDB decidiu recomendar a aprovação da reforma da Previdência, sem contudo fechar questão sobre o assunto. A informação é do presidente interino do PSDB, Alberto Goldman.

O encontro teve a presença do especialista em Previdência Paulo Tafner, pesquisador da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo (USP).

Com a decisão, os tucanos não estão obrigados a votar de acordo com a recomendação do partido. Caso votem de forma contrária, não haverá punições, como expulsão.

>> Em dia de agenda cheia por apoio à reforma da Previdência, Temer recebe Aécio

"Do ponto de vista político, neste momento cabe apenas a recomendação",  disse Alberto Goldman
"Do ponto de vista político, neste momento cabe apenas a recomendação",  disse Alberto Goldman

"Do ponto de vista político, entendemos que neste momento cabe apenas a recomendação, e o trabalho politico vai ser feito dentro da bancada para que tenhamos, senão a unanimidade, o máximo possível da posição unitária do partido", acrescentou Goldman, acrescentando: “Não é um recuo do PSDB. É uma consideração que o partido faz com a realidade que existe no Congresso. Nós continuamos com a mesma posição, mas entendemos”, declarou.

Na manhã desta quarta-feira, o senador tucano Aécio Neves se encontrou com o presidente Michel Temer. Em pauta estaria justamente o apoio do PSDB à reforma da Previdência. Goldman não quis opinar sobre o encontro. "Ele é um senador e fala com quem quiser, ele não fala em nome do partido, está licenciado. Em nome do partido falamos nós agora aqui", afirmou Goldman.

Veja a nota divulgada após a reunião do PSDB:

PSDB reafirma seus compromissos

Considerando que a Comissão Especial da Câmara dos Deputados que discutiu o projeto da Reforma da Previdência aprovou substitutivo com os votos do PSDB, com algumas ressalvas;

Considerando que o substitutivo aprovado representa um avanço na redução das desigualdades e na eliminação dos privilégios do Sistema de Previdência Social;

Considerando que o novo texto que será apresentado pelo Governo pode significar um recuo com relação ao aprovado, porém sem conflitar com o mesmo;

A Executiva Nacional do PSDB recomenda que o partido continue sua luta para que, no Plenário, o substitutivo da Comissão Especial seja referendado e reafirma os compromissos do partido com as reformas necessárias para garantir o desenvolvimento do País.

Alberto Goldman – presidente interino do PSDB 

Tags: aécio, governo, previdência, reforma, reunião, tucanos

Compartilhe: