Jornal do Brasil

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

País

Temer decide revogar condição de Battisti e aguarda STF para extradição

Jornal do Brasil

O governo de Michel Temer decidiu revogar a condição de refugiado do italiano Cesare Battisti e extraditá-lo caso o STF não conceda habeas corpus preventivo. A defesa de Battisti tinha entrado com pedido de liberdade na Corte no final de setembro, com base em notícias divulgadas pela imprensa de solicitação do governo da Itália para que Temer revisse o pedido de extradição.

A estratégia inicial do Planalto seria esperar a apreciação do STF antes de assinar o decreto de extradição. Existiriam conversas, contudo, no sentido de Temer chancelar o retorno de Battisti à Itália em caso de demora na decisão do Supremo. 

>> Defesa de Battisti diz que revisão de Temer é 'impossível'

>> Cesare Battisti deixa prisão e revolta políticos italianos

O ministro Luiz Fux é relator do caso Battisti na Corte, e está com o pedido de habeas corpus. Ele deve decidir sobre o assunto de forma monocrática.

Estratégia inicial do Planalto seria esperar apreciação do STF antes de assinar decreto de extradição
Estratégia inicial do Planalto seria esperar apreciação do STF antes de assinar decreto de extradição

Tags: brasil, itália, judiciário, justiça, política

Compartilhe: