Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

País

Em assembleia, Polícia Civil do DF decide não entrar em greve

Agência Brasil

Os policiais civis do Distrito Fedral decidiram hoje (22) em assembleia permanecer em estado permanente de mobilização, focando na articulação política. Não foi aprovado indicativo de greve da categoria. Além de melhores condições de trabalho e mais investimento na Polícia Civil, a categoria reivindica recomposição salarial, alegando que já são oito anos sem reajustes.

Na manhã de hoje, membros do Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) buscaram deputados distritais e federais e conseguiram agendar para quinta-feira (24), às 17h, uma reunião entre parlamentares e o governador. De acordo com o presidente do Sinpol-DF, Rodrigo Franco, os parlamentares estão preocupados com a situação da segurança pública e querem buscar uma solução junto ao governo. Para a manhã de quinta-feira, está planejada uma vigília dos policiais na Praça do Buriti.

De acordo com o presidente do Sinpol-DF, caso as negociações não avançem, será feita uma nova assembleia com indicativo de greve. “O governo deu uma resposta na semana passada dizendo que não teria condições de apresentar nenhuma proposta para nós, coisa que não aceitamos”, disse Franco. A reportagem da Agência Brasil procurou o governo do Disrito Federal, mas não teve uma resposta sobre os pleitos dos policiais até a publicação desta reportagem.

Tags: civil, distrito, federal, greve, polícia, pública, segurança

Compartilhe: