Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Novembro de 2017

País

Homicídios e latrocínios caem em SP, mas cresce número de casos de estupro

Agência Brasil

Em julho, o número de casos de homicídios, latrocínios, roubos no geral e furtos em geral caíram em todo o estado de São Paulo, segundo balanço divulgado hoje (18) pela Secretaria de Segurança Pública. No entanto, o registro de ocorrências de estupro cresceu, passando de 728 casos em julho do ano passado para 884 este ano, aumento de 21,43%. Também subiu o número de roubos de carga, que passaram de 809 ocorrências para 853 em julho deste ano.

Os casos de homicídio doloso caíram 7,24% em todo o estado, passando de 290 para 269 ocorrências na mesma comparação. O número de vítimas (uma ocorrência pode ter mais de uma vítima) também caiu, passando de 301 para 283.

Os latrocínios [roubo seguido de morte], por sua vez, passaram de 35 casos em julho do ano passado para 33 este ano. O número de vítimas também caiu de 36 para 33 casos.

Os casos de roubo em geral caíram 6,15% em todo o estado, com o registro de 24.338 ocorrências. Segundo a secretaria, é o menor número de casos desde julho de 2013. Os furtos em geral, por sua vez, caíram 1,70%, com o registro de 40.983 boletins de ocorrência.

Capital

Considerando apenas o balanço de criminalidade na capital paulista no mês de julho, houve queda nos casos de homicídios dolosos, mas também houve aumento nos casos de estupro.

Os casos de homicídios dolosos caíram 38,89% no mês, passando de 72 para 44 ocorrências. O número de vítimas também caiu, passando de 72 para 49 vítimas. São os menores números da série histórica, iniciada em 2001.

Os estupros, por sua vez, cresceram 23,90% na cidade de São Paulo, com 197 casos. Houve alta também nos casos de latrocínio, que passaram de 9 para 11 casos.

Tags: criminalidade, de, estupros, homicídios, latrocínios, paulo, pública, secretaria, segurança, são

Compartilhe: