Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Maio de 2018 Fundado em 1891

País

Líderes da base governista defendem Geddel em caso de Calero

Rodrigo Maia afirma que atitude de Calero poderia “desestabilizar o Brasil"

Jornal do Brasil

Líderes da base governista manifestaram apoio ao ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, após a acusação do ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, de que Geddel teria feito tráfico de influência contra ele. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que o Parlamento “precisa que Geddel permaneça no governo”.

“O episódio tem dois lados, e essa polêmica tem muita espuma. Se, de fato, o ministro (Calero) tinha algum problema, tinha que ter falado no primeiro dia. Se eu fosse ministro, nenhum outro ministro falaria comigo desse tema. Você é ministro de uma pasta, eu sou de outra. O ministro sai atirando de forma desnecessária para desestabilizar o Brasil”, afirmou Maia.

Geddel Vieira Lima é alvo de investigação da Comissão de Ética Pública da Presidência

Renan e outros líderes aliados do governo, levaram uma carta ao gabinete de Geddel no fim do dia expressando “amplo e irrestrito apoio e confiança no trabalho que vem sendo feito pelo ministro”. A gestão de Geddel também foi classificada como “técnica e competente”.

O presidente do senado afirmou que houve uma interpretação indevida. “O bom é que isso fique para trás e que a convergência seja novamente construída”, afirmou Renan.

As declarações vieram um dia depois de a Comissão de Ética Pública da Presidência decidir por unanimidade investigar a conduta de Geddel. As informações são do jornal O Globo.



Tags: Geddel Vieira Lima, Governo, Temer, marcelo calero, rodrigo maia, tráfico de influência

Compartilhe: