Jornal do Brasil

Terça-feira, 27 de Junho de 2017

País

Votação do impeachment de Dilma só vai ocorrer após encerramento da Olimpíada

Jornal do Brasil

A votação final do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado só deve ocorrer dias após o encerramento dos Jogos Olímpicos do Rio, cuja cerimônia está marcada para 21 de agosto. Quem garante são assessores do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que também presidirá a sessão de impedimento no Senado. A informação é do jornal O Globo desta quarta-feira (29).

Uma das principais preocupações dos comitês olímpico nacional e internacional, COB e COI respectivamente, diz respeito à dúvida sobre quem estaria presidindo o país no momento da cerimônia de abertura dos Jogos, por exemplo, caso a votação ocorresse antes, sobretudo diante de uma eventual virada no placar. Alguns executivos tinham a expectativa de que a votação ocorresse antes da abertura da Olimpíada.

O diretor-executivo do Comitê Organizador Rio 2016, Sidney Levy, chegou a pedir ao presidente interino Michel Temer que tentasse dar celeridade ao processo de impeachment para que ele não interferisse no calendário olímpico. Ao Globo, Levy disse que a votação do impeachment coincidindo com os jogos seria "a perda de uma oportunidade", "uma distração", já que, segundo ele, a população brasileira não vivenciaria o clima olímpico.

>> Temer e COI não se acertam sobre convite a Dilma nas Olimpíadas

Tags: CONGRESSO, Jogos Olímpicos, Lewandowski, Rio 2016, Temer, calendário, comissão, dilma, impeachment, olimpíada, processo, votação

Compartilhe: