Jornal do Brasil

Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

País

Dono da UTC cita ex-ministro Edison Lobão em acordo de delação

Ricardo Pessoa também citou cinco políticos e prometeu devolver R$ 55 milhões

Jornal do Brasil

O dono da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa, acusado de ser o chefe do cartel das empreiteiras, citou o nome do senador Edison Lobão (PMDB-MA), ex-ministro de Minas e Energia, e de cinco políticos, em acordo de delação premiada a investigadores da Operação Lava Jato. No acordo, Pessoa prometeu devolver R$ 55 milhões.

Lobão já havia sido mencionado por outros delatores da Lava Jato. Ele é alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por ter supostamente solicitado recursos para a campanha da ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney.

Pessoa foi ouvido na sede da Procuradoria-Geral da República, em Brasília. Ele cumpre prisão domiciliar em São Paulo, e a viagem dele, solicitada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi autorizada ontem pelo juiz Sérgio Moro, que cuida da Lava Jato na 1ª instância. O acordo de delação premiada foi assinado na tarde desta quarta-feira e o empreiteiro já voltou a São Paulo.

No último dia 4, Ricardo Pessoa ficou em silêncio ao ser interrogado pelo juiz Sérgio Moro, o que poderia ser um indício de que o empreiteiro estaria próximo de assinar um acordo de delação.

Tags: Corrupção, Operação, Petrobras, federal, polícia

Compartilhe: