Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

País

Dilma nega extinção de Secretaria de Políticas para as Mulheres

Portal TerraDiogo Alcântara

A presidente Dilma Rousseff (PT) negou nesta segunda-feira que vá eliminar ou aglutinar a Secretaria de Políticas para as Mulheres a outro ministério. Nos bastidores, havia rumores de que a pasta poderia ser extinta. Essa união de pastas envolvendo as secretarias sociais, como a de política para mulheres ou a de igualdade racial não era consenso. Para um auxiliar próximo, "isso é uma grande bobagem", porque enfraqueceria a presidente junto aos movimentos sociais.

"Muitas vezes vocês veem nos jornais ser anunciado que a Secretaria de Política para as Mulheres iria desaparecer ou se unir a outro. Não há a menor veracidade", disse a presidente. "E não há a menor verdade porque, como eu disse, nós vamos continuar avançando e não vamos avançar sozinhas. Nós vamos avançar com essa secretaria que defende os direitos da mulher e da igualdade de gênero", acrescentou Dilma.

Essa é a primeira vez que a presidente se pronuncia sobre a reforma ministerial. O tema é tratado com absoluta discrição e a presidente "proibiu" os ministros de falarem a respeito. A fala da presidente foi direcionada a uma plateia feminina reunida para a abertura da 3ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres. Para o evento, são esperadas 3 mil pessoas, dentre elas a ex-presidente chilena e atual diretora-executiva da ONU Mulheres, Michelle Bachelet. Dilma assegurou que o ministério é "fundamental" para o seu governo.

Tags: PT, feminismo, gênero, igualdade, movimentos sociais, pasta, presidente

Compartilhe: