Jornal do Brasil

Terça-feira, 25 de Julho de 2017

País - Opinião

Macri, Odebrecht e a corrupção. Para quem vão gritar "fora!" agora?

Jornal do Brasil

Até bem pouco tempo, o presidente da Argentina, Mauricio Macri, representava a honestidade. E agora, representa a renovação da corrupção?

Informações sobre o envolvimento do primo de Macri em pagamento de propina da Odebrecht devem começar a incitar passeatas na Argentina, com gritos de "Fora, Macri!".

Quem elogiava Macri no Brasil deve começa a se envergonhar, pois muitos dos que eram elogiados nas passeatas já estão se vendo envolvidos diretamente com corrupção. Basta se especular um PMDB ou PSDB de alguns estados que tinham protestos de "Fora, Dilma!" E agora? 

Se tivessem um mínimo de caráter e dignidade para que o Brasil não mergulhe na crise, deveriam sair para que o povo não recomece manifestações de descrédito geral, e de "Fora, todo mundo!" para os que fizeram, em algum momento de sua vida, política nesses últimos 40 anos, com raríssimas exceções.

Principalmente com relação àqueles que, hipocritamente, diziam "Fora!" para os que estavam no poder, e hoje, no poder, desacreditam ou tentam desacreditar seus acusadores. 

Mas o dia em que o país tomar conhecimento da evolução patrimonial desses hipócritas, vai ter certeza de que serão vários juízes é que vão gritar pela moralidade e mandar os corruptos para fora.

Tags: Argentina, acusação, macri, odebrecht, presidente, propina

Compartilhe: