Jornal do Brasil

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

País - Opinião

Datafolha: Lula lidera pesquisa de intenção de voto para eleição presidencial

No auge do desgaste político, petista perderia só no 2º turno. O que pode acontecer em dois anos?

Jornal do Brasil

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sábado (16) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as pesquisas de intenção de voto para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018.

A pesquisa aponta ainda que, num segundo turno, Lula não garantiria a vitória e poderia ser derrotado pela ex-senadora Marina Silva (Rede) ou pelo ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB).

Já os possíveis candidatos do PSDB consultados no levantamento (José Serra, Aécio Neves e Geraldo Alckmin ) oscilaram negativamente ou mantiveram patamares anteriores, o que favoreceu Lula.

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sábado (16) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as pesquisas de intenção de voto para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018
Pesquisa Datafolha divulgada nesta sábado (16) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as pesquisas de intenção de voto para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018

Levando-se em conta que Lula e o PT estão, no momento desta pesquisa, no auge do seu desgaste político, e ainda que, com o passar do tempo, o governo que se opõe a Lula ainda enfrentará desgastes se os problemas econômicos do país não melhorarem - e que dificilmente melhorarão - o que pode se esperar de uma eleição daqui a dois anos, com Lula candidato?

Números, 1º turno

Em um eventual primeiro turno em que Aécio é testado como candidato do PSDB, Lula aparece com 22%, Marina com 17% e o tucano com 14%. Na sequência aparecem Jair Bolsonaro (PSC) com 7%, Ciro Gomes (PDT) com 5%, Michel Temer (PMDB) com 5%, Luciana Genro (PSOL) com 2% e Ronaldo Caiado (DEM) empatado com Eduardo Jorge (PV) com 1%. 

Brancos e nulos somam 18%, e 7% não opinaram. Nenhum dos candidatos supera a soma de brancos, nulos e indecisos (25%).

Num cenário com o governador Geraldo Alckmin no lugar de Aécio, Lula teria 23%; Marina, 18%, Alckmin, 8%; e Bolsonaro, 8%. Ciro Gomes e Temer teriam 6%; Luciana Genro e Ronaldo Caiado, 2% cada um; e Eduardo Jorge, 1%. Brancos e nulos, 20%; e não sabem, 7%. 

Num cenário com o ministro José Serra como candidato tucano, Lula teria 23%; Marina, 17%; e Serra, 11%. Bolsonaro teria 7%; Ciro Gomes e Temer, 6%; Luciana Genro e Ronaldo Caiado, 2% cada um; e Eduardo Jorge, 1%. Brancos e nulos, 19%, e não sabem, 7%. 

Ainda em  outro cenário com o juiz Sérgio Moro, que conduz as investigações da Operação Lava Jato, e os três tucanos na disputa, Lula teria 22%; Marina, 14%; Aécio, 10; o juiz Sérgio Moro, 8%; Bolsonaro, 6%; e Serra, 5%. Ciro Gomes, Temer e Alckmin teriam 4% cada um; Luciana Genro, 2%; Eduardo Jorge e Ronaldo Caiado; 1%. Brancos e nulos, 14%; e não sabem, 6%.

Números, 2º turno

Aécio teria 38%; e Lula, 36%.

Marina teria 44%; e Lula, 32%.

Serra teria 40%; e Lula, 35%.

Alckmin teria 38%; e Lula, 36%

Marina teria 46%; e Aécio, 28%.

Marina teria 47%; e Alckmin, 27%.

Marina teria 46%; e Serra, 30%.

Tags: aécio, datafolha, lula, marina, pesquisa

Compartilhe: