Jornal do Brasil

Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

Economia - Negócios e Marketing

Escola de arte e tecnologia do Rio realiza crowdfunding para custear atividades 

Jornal do Brasil

Em tempos de crise, a Spectaculu, escola de arte e tecnologia que há 17 anos oferece formação profissional no mundo dos espetáculos para jovens de baixa renda do Rio, realiza uma campanha de financiamento coletivo para custear parte de suas atividades. 

Interessados podem fazer uma doação no crowdfunding e receber recompensas criadas pelos próprios alunos em www.benfeitoria.com/escolaspectaculu

 A Spectaculu é uma escola de arte e tecnologia da cidade do Rio de Janeiro. Há 18 anos, proporciona oportunidades através da arte a jovens das periferias do Rio, Baixada Fluminense, Niterói e arredores. 

80 alunos de escolas públicas, com idades entre 17 e 21 anos, recebem aulas gratuitas nos cursos de Beleza, Contrarregragem & Camarim, Fotografia, Iluminação Cênica e Montagem de Cenários em 2017. A crise econômica fez com que a instituição, assim como muitos projetos sociais do país, perdesse apoios financeiros. 

“A crise teve um impacto grande na duração dos nossos cursos”, explica o coordenador pedagógico Rogério José de Souza. 

A escola precisou começar as aulas um pouco mais tarde, diminuir o número de vagas oferecidas e o cardápio de opções de formação para os jovens que vêm de toda a região metropolitana do Rio para aprender uma profissão técnica nas áreas dos espetáculos. Para manter as atividades, a Spectaculu precisa levantar cerca de R$29 mil em dois meses, dividido em três metas. 

A primeira arrecadou mais de R$10 mil e garantiu o oferecimento até o final do ano letivo das 100 refeições diárias que alunos, professores e funcionários recebem cinco vezes por semana. As demais metas incluem 01 semestre de material para aulas e ainda 01 mês de aluguel + luz + água da sede da instituição, fundada em 1999 em um galpão centenário na Zona Portuária do Rio de Janeiro. 

 Através das doações, a escola espera continuar até o fim do ano com o trabalho que tem transformado a realidade da juventude das periferias do Rio há quase duas décadas. 

“Depois da Spectaculu, a minha vida ficou maravilhosa. Até a minha autoestima mudou. Abriu a minha cabeça”, conta a aluna de Beleza Larissa dos Santos, de 18 anos. Para ela, as dificuldades são também oportunidades de aprendizado. “Isso ensina a crescer”, resume. 

Todas as contribuições para o financiamento coletivo da Escola Spectaculu podem ser feitas diretamente no site da Benfeitoria: www.benfeitoria.com/escolaspectaculu

Tags: beleza, cirurgia, estética, mercado, negocios, saude

Compartilhe: