Jornal do Brasil

Terça-feira, 17 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Pub estende tapete vermelho a Trump em uma Londres hostil ao presidente dos EUA

Jornal do Brasil

Enquanto os protestos se multiplicam por toda a Grã-Bretanha contra a visita oficial do presidente americano, um bar na região oeste de Londres se tornou uma ilha de apoio a Donald Trump.

No bairro de Hammersmith, o bar Jameson exibe em sua fachada uma dezena de bandeiras dos Estados Unidos e muitas mais em seu interior.

O pub foi renomeado em homenagem ao chefe do Estado americano: até a partida de Donald Trump do país, no domingo, ele se chamará "The Trump Arms" (A Tropa de Trump).

Dentro do estabelecimento, uma reprodução de Trump em tamanho real está colocada ao lado de vários bonés com a inscrição, "Make America Great Again" (Tornar a América grande novamente).

Na sexta e no sábado, o "The Trump Arms" espera 300 pessoas, que terão pago 32 libras (cerca de 164 reais) para participar de uma "festa de boas vindas".

Um cardápio especial com os quitutes americanos preferidos de Trump serão servidos, como hambúrguer e cachorro-quente.

Patrick Sullivan, um dos organizadores da festa, diz querer que a voz dos "britânicos silenciosos" seja escutada.

"Assim mostramos a Trump que, na verdade, o povo britânico o apoia e que os protestos não falam em nome de todos", explicou Sullivan ao jornal The Independent.

- "Infantil" -

Matthew Taylor, sentado no terraço do bar com um boné vermelho "Make America Great Again" na cabeça, viajou especialmente de Kent, região sudeste da Inglaterra, para desfrutar de "um dos raros lugares na Inglaterra onde se é autorizado a mostrar o apoio ao presidente americano".

O homem de 53 anos aprecia a "política clara" do presidente, que está "redefinindo o lugar dos Estados Unidos", "protegendo suas fronteiras" e "ajudando aqueles que precisam".

Se Taylor "respeita o direito de expressão" dos manifestantes contra a visita de Trump, ele repudia o balão gigante que eles pretendem lançar na sexta-feira de manhã próximo ao Parlamento britânico.

A caricatura representa um Trump bebê, vestindo fraldas.

"É infantil e desrespeitoso. Eu rio quando lembro que eles levaram um mês para arrecadar o dinheiro para fazer esse balão, enquanto que nós levamos três dias para fazer o mesmo balão de Sadiq Khan (prefeito de Londres)", diz Taylor.

Em frente à televisão que mostra a chegada do presidente a Londres, um cliente de 52 anos, que pediu para ter sua identidade preservada, se diz "muito contente com a visita".

"Contrariamente ao que se diz, há mais pessoas que apoiam Donald Trump do que pessoas que se opõem a ele no país", relatou.

"Não vamos esquecer que nós votamos no Brexit por causa da imigração, e o assunto principal da política de Trump é a imigração", acrescentou o atendente, que também quis permanecer anônimo.

Segundo uma pesquisa do YouGov, com participação de 1.648 pessoas e publicada nesta quinta-feira, 77% dos britânicos dizem ter uma opinião desfavorável sobre Donald Trump.

jgc/oaa/avz/ap/mvv

Agência AFP


Compartilhe: