Jornal do Brasil

Sexta-feira, 20 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Prefeito 'em choque' em NY por crianças e bebês separados dos pais

Jornal do Brasil

Um bebê de nove meses separado de seus pais na fronteira com o México e enviado a Nova York: esse é o imigrante mais novo dos 350 enviados a um centro de acolhimento da cidade, contou nesta quarta-feira o prefeito, que garante não ter sido informado sobre a decisão.

Como milhares de nova-iorquinos, o prefeito Bill de Blasio viu as imagens da rede de televisão local NY1 que mostraram meninas supostamente separadas de seus pais na fronteira chegando a um abrigo de crianças imigrantes não acompanhados Cayuga, no Harlem, durante a madrugada.

Ele então decidiu visitar este centro de acolhida, e depois falou com a imprensa.

Contou que das 350 crianças separadas de seus pais na fronteira que passaram por este centro nas últimas semanas, "o mais novo (...) tinha nove meses", e alguns chegam com piolhos, percevejos ou doenças contagiosas, como catapora.

Atualmente, o centro acolhe 239 dessas crianças, e há muitos centros com outras crianças no resto da cidade.

"Estamos falando de crianças em alguns casos que literalmente não podem nem mesmo se comunicar, não têm ideia do que está acontecendo, não têm a habilidade de entrar em contato com a família", denunciou.

Isso é "um processo traumático" para muitas dessas crianças, disse o prefeito, junto com profissionais de saúde que o atendem e garantem que as consequências mentais para elas são "muito reais, muito dolorosas".

"O que me deixa em choque é a ideia de que tudo isso aconteceu sem que o governo federal tenha dito nada aos nova-iorquinos", afirmou.

Fortemente criticado, o presidente Donald Trump voltou atrás nesta quarta-feira e anunciou que colocará fim à sua política de separação familiar, mas advertiu que a "tolerância zero" à imigração ilegal continuará.

lbc/ja/cc

Agência AFP


Compartilhe: