Jornal do Brasil

Sábado, 18 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Ex-diretor do HSBC é condenado a dois anos de prisão por fraude

Jornal do Brasil

O ex-diretor global de negociações monetárias do banco britânico HSBC foi condenado nesta quinta-feira a dois anos de prisão por uma fraude a clientes de milhões de dólares, informou o Departamento de Justiça.

O britânico Mark Johnson, de 51 anos, também pagará multa de US$ 300 mil após a condenação em outubro por nove acusações de fraude e conspiração.

O executivo "enganou seu cliente em milhões e agora vai para a prisão por causa disso", disse John Cronan, do Departamento de Justiça, em um comunicado.

Os promotores acusaram Johnson de uma fraude chamada "front-running", na qual ele usou informações confidenciais de um cliente no final de 2011 para comprar libras esterlinas para o HSBC, elevando o preço antes de executar uma transação de US$ 3,5 bilhões para o cliente.

Johnson e os negociadores que atuavam em sua direção geraram US$ 7,3 milhões em lucros para o HSBC às custas do cliente não identificado, disse o Departamento de Justiça.

A sentença segue o acordo de US$ 1,6 milhão do HSBC em janeiro com os reguladores do mercado de derivativos dos EUA sobre "falsificar" os mercados futuros de metais preciosos, um esquema no qual os comerciantes colocavam e abortavam negócios para aumentar os preços.

dg/hs/cc

Agência AFP


Compartilhe: