Jornal do Brasil

Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Internacional

Rússia promete defender interesses nacionais em meio a supostos planos do Google contra sua mídia

Sputnik

A autoridade reguladora dos meios de comunicação da Rússia, Roskomnadzor, solicitará que o Google esclareça seus planos de censurar as matérias do RT e Sputnik em seu serviço de busca de notícias, comunicou o diretor da instituição russa, Aleksandr Zharov.

"Estamos preocupados com o Google, vamos pedir para que nos expliquem o que significa o termo 'ranking'", disse ele.

Além do mais, prometeu que a Rússia vai defender seus interesses nacionais em meio aos planos do Google.

Ele notou que o Google tenta apenas prevenir a disseminação do conteúdo dos canais, ao contrário de bani-los. Segundo Schmidt, ele "não é a favor da censura, mas, sim, do ranking".

Zharov disse a jornalistas: "Primeiramente, vamos ver o que eles vão fazer. Classificar notícias – queríamos saber o que significa. Em segundo lugar, é óbvio que vamos defender a nossa mídia. Veremos quão discriminatória será esta medida na prática."

"Nossa preocupação será expressa ainda hoje ao Google", adicionou ele.

Anteriormente, o ex-chefe do Google e atual diretor-executivo da empresa Alphabet, Eric Schmidt, da qual Google Inc. faz parte, comunicou a intenção de elaborar algoritmos para rebaixar matérias do RT e Sputnik no sistema de buscas do Google.

Tags: busca, censura, eric schmidt, google, mídia, rt, sputnik

Compartilhe: