Jornal do Brasil

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Internacional

Após receber presidente da Síria, Putin telefona para Donald Trump

Agência ANSA

Os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Rússia, Vladimir Putin, conversaram por telefone nesta terça-feira (21), após uma visita surpresa do mandatário da Síria, Bashar al Assad, a Sóchi. 

De acordo com a Casa Branca, os dois líderes discutiram a crise no país árabe, mas também os conflitos na Ucrânia e o programa nuclear e balístico da Coreia do Norte. 

A reunião entre Assad e Putin não estava na agenda de nenhum dos dois e durou cerca de três horas.    

No encontro, Putin disse esperar uma "solução política" para a guerra civil na Síria e que esse processo ocorra "sob a égide das Nações Unidas". Por sua vez, Assad afirmou que está "aberto ao diálogo".    

O presidente sírio conta com o apoio da Rússia, do Irã e do grupo libanês Hezbollah, mas as potências ocidentais e as monarquias sunitas do Golfo Pérsico querem vê-lo longe do poder e suportam grupos rebeldes.    

No entanto, nos últimos meses, Washington já deu demonstrações de que não considera a queda do líder sírio como uma prioridade, ao contrário do que acontecia no governo de Barack Obama. 

Tags: agenda, estados unidos, política, relações, rússia

Compartilhe: