Jornal do Brasil

Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Internacional

Opositor de Maduro, Antonio Ledezma foge para a Colômbia

Ex-prefeito de Caracas estava em regime de prisão domiciliar

Agência ANSA

O ex-prefeito de Caracas, e um dos maiores opositores do presidente Nicolás Maduro, Antonio Ledezma, fugiu para a Colômbia, confirmou nesta sexta-feira (17) o departamento de Migrações.    

"Na manhã do dia de hoje, entrou no país, proveniente da Venezuela, o senhor Antonio Ledezma, ex-prefeito do distrito metropolitano de Caracas até 2015", informou a Migração colombiana em comunicado.    

O político cumpria regime de prisão domiciliar desde 2015, por motivos de saúde, sob a acusação de conspiração contra o governo e instigação da violência em protestos contra o presidente. Ele foi condenado a 26 anos de prisão pelos "crimes" no dia 19 de fevereiro de 2015, mas não passou por nenhum julgamento formal.    

Ledezma, 62 anos, é um dos fundadores do partido Alianza Bravo Puevo (ABP) e é considerado, pela comunidade internacional, como um "preso político" de Caracas. No ano passado, ele foi retirado de sua casa por oficiais venezuelanos por um suposto "plano de fuga" encontrado em seus documentos. Recentemente, chegou a ser retirado a força de sua casa por agentes de Maduro e passou algumas horas na cadeia novamente.    

A mídia venezuelana já ventilava a possibilidade de fuga, que teria ocorrido durante a madrugada de hoje, e dão conta que ele deve seguir para algum país europeu.

Tags: caracas, crise, fuga, maduro, política, venezuela

Compartilhe: