Jornal do Brasil

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Internacional

Bento XVI se despede dos fiéis durante o último Ângelus de seu pontificado

Papa lembrou a importância da oração e garantiu que não se afastará da Igreja

Jornal do Brasil

"Queridos irmãos e irmãs, obrigado pelo vosso afeto". Com estas palavras o papa Bento XVI saudou os milhares de fiéis que foram à Praça de São Pedro ouvir o último Ângelus do seu pontificado. 

"A oração não significa isolar-se do mundo e de duas contradições. A oração conduz ao caminho, à ação, porque sem oração todo o compromisso do apostolado se reduz ao ativismo", prosseguiu o papa.

Bento XVI fez o último Ângelus de seu pontificado
Bento XVI fez o último Ângelus de seu pontificado

"Neste momento de minha vida, o Senhor me chama para subir a colina, a dedicar-me mais à oração e à meditação. Mas isto não significa abandonar a Igreja. Se Deus me pede exatamente isso é para que possa continuar servindo a Igreja com a mesma dedicação e o mesmo amor com que o fiz até agora, mas de uma maneira mais adequada às minhas forças", acrescentou.

Os fiéis aplaudiram duas vezes as palavras de Bento XVI durante o Ângelus, um fato raro, mas uma circunstância muito significativa de apelo pelo papa teólogo que deixará o pontificado no dia 28.

>> Papa encerra retiro e adverte sobre os males do mundo

>> Porta-voz do Vaticano critica boatos sobre guerra de poder na Igreja

>> Cardeais conhecerão detalhes do escândalo 'vatileaks', diz 'La Stampa'

"A Transfiguração também é um signo de luz que nos inunda e transforma quando rezamos com sinceridade", lembrou o papa. "Na Quaresma aprendemos a dar o tempo certo para a oração, pessoal e comunitária, que dá vida à nossa vida espiritual". 

Bento XVI também agradeceu pelo sol que apareceu em Roma, pois até o início da cerimônia o tempo era instável. Depois, em vários idiomas, o papa se despediu dos fiéis que lotaram a praça.

Tags: Benção, bento, família, papa, vaticano

Compartilhe: