Jornal do Brasil

Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

Internacional

Semana Mundial da Água, na Suécia, debate gerenciamento do recurso

Rádio ONUMônica Villela Grayley

O gerenciamento da água em um mundo cada vez mais urbanizado é o tema do evento 'Semana Mundial da Água', que ocorre em Estocolmo, na Suécia. Segundo as Nações Unidas, cerca de 900 milhões de pessoas não têm acesso ao recurso. O número de cidadãos sem serviços de saneamento básico, em todo o mundo, é de 2,6 bilhões.

O evento na Suécia também está discutindo formas de acelerar o cumprimento das Metas do Milênio sobre mais acesso à água potável e esgoto.

Em entrevista à Rádio ONU, antes da reunião em Estocolmo, a relatora das Nações Unidas para o Direito Humano à Água e ao Saneamento, Catarina de Albuquerque, falou sobre a importância de vontade política para resolver o problema.

“Existe ainda falta de conhecimento sobre o que este direito humano à água e saneamento implica. E implica que todas as políticas públicas deem prioridade às pessoas que são mais vulneráveis, às pessoas que estão esquecidas, que não têm voz, que estão nas zonas rurais, às populações indígenas, aos pobres, às pessoas que estão em favelas”, disse.

Catarina de Albuquerque defendeu soluções criativas para o gerenciamento da água. “Eu acho que nós temos obrigação de olhar, cada vez mais, para soluções de saneamento que não utilizem água. Eu estive no Japão em missão há um ano, e eles reutilizam dentro das casas e apartamentos, têm sistemas de tubulação paralelos, que lhes permitem usar a água do banho para o saneamento. Para que nós não tenhamos que utilizar água potável para o saneamento. É o resto da água do lavar as mãos, de tomar a ducha, ou da máquina de lavar roupas ou pratos que é utilizada no saneamento. Portanto nós temos que olhar mais para essas soluções que nos permitem reutilizar a água”.

A Semana Mundial da Água em Estocolmo termina neste sábado.

Tags: da, semana, água

Compartilhe: