Jornal do Brasil

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Informe JB

Arma entregue à Campanha do Desarmamento aparece com adolescente

Jorge Lourenço

A polícia de uma cidade do interior de São Paulo tenta resolver um mistério complexo: como uma arma entregue à Campanha do Desarmamento foi parar nas mãos de uma adolescente de 14 anos? A confusão aconteceu em Praia Grande, quando a aluna de uma escola foi flagrada com uma pistola 6,35 mm recolhida durante a campanha. 

Inquérito sobre desvio

A Polícia Civil da região vai instaurar um inquérito para apurar desvios das armas entregues à campanha. Pela numeração da pistola, descobriram que ela foi recebida numa delegacia de Casa Branca, outra cidade do interior de São Paulo. Ninguém sabe como ela foi parar na mão da adolescente, que apontou outros dois estudantes da escola como donos da arma. 

Perdeu força

Entre maio e setembro, a primeira fase da Campanha Nacional do Desarmamento recebeu mais de 22 mil armas de fogo em todo o país. Apesar de louvável, o incidente faz as autoridades e organizações que acompanham o processo indagarem o destino das armas. 

"Que a campanha é ineficaz para desarmar os criminosos já estava muito claro, agora devemos imaginar que o efeito é exatamente o contrário, e armas entregues estão chegando às mãos de crianças e criminosos", diz Bene Barbosa, presidente da ONG Movimento Viva Brasil. 

Tags: adolescente, desarmamento, escola, são paulo, viva brasil

Compartilhe: