Jornal do Brasil

Terça-feira, 14 de Agosto de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


Os ciclos de Cesar

Jornal do Brasil

Prefeito que mais tempo governou o Rio, Cesar Maia viverá uma  situação curiosa nesta eleição. Em 1996, quando não havia a possibilidade de reeleição, Cesar elegeu um poste chamado Luiz Paulo Conde, que se juntou ao que havia de pior na Câmara Municipal e tentou lhe passar a perna. O poste caiu sozinho. Em 2000, Cesar venceu Conde, reelegeu-se, e  no pleito seguinte passou o cargo àquele que era considerado a mais promissora de suas criações: o ex-prefeito Eduardo Paes, que iniciou-se na vida política como seu motorista. Este ano, Cesar enfrentará não uma, mas duas de suas invenções. Além de Eduardo, ele terá como adversário o deputado Antônio Pedro Índio da Costa. Para o bem ou para o mal, Cesar Maia foi o responsável pela talvez maior renovação de quadros na política carioca. Agora, se alguma das criaturas comerá o criador, só o tempo, e as urnas, poderão dizer.

Taxi driver 

A política do Rio, aliás, parece promissora para quem é hábil ao volante. Conde tornou secretário um servidor que conduzia seu possante: Ayrton Aguiar. Além dele, o maior fiasco da carreira de Cesar, a ex-deputada Solange Amaral, torrou seu modesto cacife elegendo vereador seu piloto, Luiz Humberto Barros. Nestes dois casos, por sorte, os dois nunca mais se elegeram para nada. 

Chama o síndico

 O vereador Renato Cinco, do PSOL, conseguiu as assinaturas necessárias para a instalação,   na Câmara Municipal, da CPI da Ciclovia  Tim Maia. Aquela que, ao contrário do homenageado, não aguenta uma ressaca. 

Porquinho 

Certo ministro do governo Temer está com uma tremenda fama de spammer entre seus colegas de primeiro escalão. Spammer, como se sabe, é o sujeito que fica enchendo o saco alheio mandando o tempo todo piadinhas pelo whatsapp tipo o negão da....vocês já entenderam. 

Infâmia 

Na sede da Prefeitura andam dizendo que servidor agora não falta. Só deu uma “crivelada”. Maldade.

Bafômetro 1 

A Lei Seca, que comemora este mês 9 anos, calcula já ter reduzido em 45% os índices de motoristas embriagados nas blitzen da capital. Mas, no interior do estado, os índices de bebuns ao volante continuam elevados. O percentual de motoristas que foi flagrado bêbado ao volante foi de 9,7%, mais do que o dobro da capital, onde o índice é de 4,2%. 

Bafômetro 2 

Desde janeiro a Lei Seca realizou 44 operações em cidades do interior. Até o momento 4.970 veículos foram abordados e 535 motoristas acusaram embriaguês ao soprar o bafômetro. 

Preguiça? 

Dos 92 municípios do estado, apenas a capital, Rio das Ostras e Volta Redonda se inscreveram para participar do programa Cartão Cidadão, que antecipa recursos para que famílias carentes promovam reformas em suas casas. 

Bolão da Alerj 

Com a abertura da janela para troca de partidos, que vai até 7 de abril, já rola na Alerj um bolão para acertar em quanto será reduzida a bancada do MDB, que hoje tem 14 deputados. A maioria dos apostadores crava que ela deverá ficar restrita a não mais do que quatro parlamentares.

LANCE LIVRE

 Nesses tempos onde ninguém parece conseguir comer sem antes fotografar o prato,  Beto Roma oferece o workshop “foto for foodies”, na Fábrica da Bhering. Denise Fraga e Tuca Andrada  estreiam hoje, no Sesc Ginástico, o espetáculo “A Visita da Velha Senhora”. José Trajano autografa dia 17, na Livraria Folha Seca, seu mais recente livro “Os beneditinos”.



Tags: coluna, informa, jan, jb, jornal, teophilo

Compartilhe: