Jornal do Brasil

Quinta-feira, 26 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Exclusivo - papo com Seu Jorge sobre música e participação em novo longa-metragem

No backstage do projeto Na Praia, em Brasília, HT conversou com ele que estará no longa "Soundtrack"

* Direto de Brasília com Ana Luiza Vasconcelos e Ana Carolina Vasconcelos

HT conversou com exclusividade com Seu Jorge momentos antes de ele subir ao palco do projeto Na Praia, uma enorme área de entretenimento, música e gastronomia erguida ao lado do lago Paranoá, em Brasília. A gente que acompanha desde sempre a carreira do cantor, ator e compositor quis saber dele sobre a mais nova empreitada: o lançamento do longa-metragem Soundtrack.

Seu Jorge está envolvidíssimo com o que vem por aí no filme que atuou e tem Selton Mello no papel de Cris, um artista solitário que pensa em um reconhecimento internacional ao aceitar uma bolsa do governo brasileiro para visitar o Ártico, fazendo fotografias de paisagens e registrando os sons do local. Na história, Cris chega entre o Natal e o Ano Novo e conhece quatro cientistas - um brasileiro, um inglês e dois chineses - que transformarão sua estadia.Seu Jorge interpreta o botânico batizado Cão, que busca naquele local grandes soluções para questões importantes para o mundo e estranha a presença de Cris por ali.

O longa é um drama existencial com toque de humor e foi rodado em uma réplica das estações de pesquisas no gelo montada no Polo Audiovisual, em Jacarepaguá e teve consultoria da Marinha Brasileira e pesquisas em in loco no Ártico.

A direção é assinada pelo coletivo 300 ML, responsável pelo curta-metragem Tarantino’s Mind (2006), que, há dez anos, contou com Selton Mello e Seu Jorge falando sobre a obra do realizador de Pulp Fiction (1994). A produção esteve entre os dez filmes internacionais mais votados pelo público na 18ª edição do Festival Internacional de curtas metragens de São Paulo.

 Agora, os dois voltam a fazer uma dobradinha e com a presença no longa do ator inglês Ralph Inesono protagonista do filme de terror A Bruxa. essa experiência que é drama, tem um quê de esquisito, mas é divertido, e onde se fala em inglês (menos nas cenas dele com Seu Jorge). É uma história sobre solidão, mas também uma história sobre amizade”.

"Estou colocando toda a minha postividade nesse trabalho", nos disse Seu Jorge. Mergulhado em um clima praiano delicioso criado artificialmente em plena capital federal, o músico e ator nos revelou ainda que foi um prazer atuar novamente ao lado de Selton Mello e com a participação de atores internacionais.

Sobre projetos musicais foi gostoso conversar com o mestre Seu Jorge que está em processo criação de um novo CD depois de rodar o país em turnê com a cantora Ana Carolina com quem gravou novo trabalho depois de 10 anos. No nosso papo, Seu Jorge lembrou a ajuda do grande mentor de sua vida, Paulo Moura, que o descobriu como músico. O que ficou desse contato magnífico, Seu Jorge? "Ahh (abre aquele sorrisão), um prendizado muito grande, uma gratidão também enorme e uma certeza de que de algum lugar ele deve estar abençoando a gente que ama a música e que aprendeu com ele a amar a música".

Você tem uma mega carreira internacional. Seus CDs estiveram nas maiores lojas dos Estados Unidos e França. A que você credita esse sucesso internacional? "Eu credito muito ao cinema também. A, a essa expressão bonita que sai do Brasil e canta pelo mundo. Eu tive a sorte de fazer "Cidade de Deus" e isso me promoveu muito no mundo inteiro. E eu tive a oportunidade de lançar um disco na França também que me ajudou muito a conhecer as pessoas que gostam de música e que comentam música", afirmou.

E quando perguntamos sobre a disponibilização gratuitas das músicas na internet, ele foi categórico: "Sou a favor de certa forma. Até por que a gente não recebe pede música disponibilizada na internet. Isto está mudando aos poucos até com outras formas de negócios. Mas acredito que o compartilhamento é interessante".

Em tempo: foi uma delícia encontrar com a atriz Maria Paula na fila do gargarejo do show de Seu Jorge. Ela é daquelas fãs que seguem o artista onde ele estiver. Nos contou que está feliz em ter atuado no longa-metragem "Doidas e Santas", com direção de Paulo Thiago e adaptação do best-seller homônimo de Martha Medeiros. O filme conta a história de Beatriz, que termina um casamento de 20 anos. A história mostra as alegrias, desilusões e os dramas da vida urbana. A ex-Casseta revelou ainda ao HT que tem programa novo na TV fechada vindo por aí.

colunaheloisatolipan@gmail.com



Tags: Ana Carolina, Brasília, apresentação, burguesinha, capital federal, carreira, farofa carioca, filme, heloisa tolipan, internet, música, músicas para churrasco, na praia, samba, selton mello, seu jorge, show, soundtrack, turnê

Compartilhe: