Jornal do Brasil

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Firmino exalta Klopp no Liverpool e já sonha com gol na Copa do Mundo

Jornal do Brasil

Após dez anos, o Liverpool voltará a disputar uma semifinal de Liga dos Campeões nesta terça-feira. E tem no brasileiro Roberto Firmino uma das esperanças de gol contra a Roma, no Anfield Road. No auge de sua carreira, o atacante de 26 anos aposta no entrosamento com o artilheiro Mohamed Salah e no bom ambiente dentro do clube para ajudar o tradicional time inglês a alcançar a grande final da principal competição da Europa, de olho no sexto título.

Nesta entrevista exclusiva ao Estado, às vésperas do jogo de ida contra o time italiano, o jogador brasileiro atribui a boa fase do clube ao trabalho do técnico Jürgen Klopp. "O Liverpool tem a cara dele", afirmou o atacante, autor de 8 gols na Liga dos Campeões. "O trabalho desenvolvido pelo Klopp tem feito a diferença. Ele consegue tirar o melhor de cada jogador."

Figura praticamente certa na Copa do Mundo, Firmino não esconde a ansiedade para ser confirmado na lista do técnico Tite. E já sonha com gol pela seleção brasileira na Rússia. "O que importa agora é estarmos todos prontos, física, técnica e psicologicamente", declarou o jogador, que é natural de Maceió e foi formado na base do CRB e do Figueirense, onde também atuou como profissional.

O atacante chegou à Europa em 2011, através do Hoffenheim. Foi lá no futebol da Alemanha que ele conquistou Klopp, ex-treinador do Mainz e do Borussia Dortmund. No comando do Liverpool, foi com o treinador que Firmino passou a se destacar, ganhando espaço para se tornar um dos principais jogadores do elenco.

O Liverpool não disputa uma semifinal de Liga há dez anos. O que o time fez de diferente para voltar a atingir este nível de jogo?

O clube se reforçou bem para a temporada, perdeu algumas peças também, mas a base foi mantida e o trabalho desenvolvido pelo Klopp tem feito a diferença. Trata-se de um grande treinador, um dos melhores da atualidade, que consegue tirar o melhor de cada jogador. O time tem a cara dele. As peças se encaixaram bem no esquema, conseguimos ser bem ofensivos nesta nova maneira de jogar e, graças a Deus, temos feito boas apresentações.

Como é o ambiente no vestiário do time?

O ambiente é o melhor possível. O Klopp é um cara querido por todos no clube, a torcida também o adora. Tudo isso pela pessoa e pelo grande profissional que é. Tem feito muito bem ao Liverpool. Tem ajudado a recolocar o clube no centro das atenções do futebol com um trabalho muito sério e efetivo.

Você e Salah se tornaram uma dupla de sucesso no ataque do time. Vocês são amigos fora dos gramados?

Nós nos damos muito bem fora de campo também. Na verdade, o grupo do Liverpool é muito bom, unido, todos se respeitam e se ajudam. Está aí um dos grandes segredos desse nosso momento atual. E o Salah é outro que merece muito o momento que está vivendo. Acabou de ganhar o prêmio de melhor jogador da Premier League. Conhece o caminho do gol como poucos.

Qual é a expectativa para enfrentar a Roma, do goleiro Alisson?

Chegamos a um momento crucial da competição. E todos chegaram com méritos, deixando grandes pelo caminho. A Roma eliminou o Barcelona de forma heroica, revertendo um placar muito difícil, e chega com muita força. Merece respeito, é um time de muita qualidade. Ainda não tive a chance de conversar com o Alisson. Antes do jogo, darei um grande abraço nele, que vive fase fantástica, desejarei boa sorte, mas que o Liverpool possa ser mais feliz.

Você vive a melhor fase de sua carreira. O que te ajudou a chegar a este nível?

Saí novo do Brasil, ainda aos 19 anos. Estou na Europa desde 2011, já na minha oitava temporada. Tudo é questão de adaptação, a um novo clube, uma nova cidade, um novo idioma, uma nova cultura, e também amadurecimento. Os anos e as experiências vividas lhe dão bagagem e conhecimento. Minha família tem muito a ver com esse meu melhor momento na carreira também, por sempre estar ao meu lado e me apoiar incondicionalmente.

O título da Liga dos Campeões é um sonho?

É um sonho para qualquer jogador e comigo não é diferente. É a principal competição de clubes do mundo. Estar numa semifinal da Champions com o Liverpool é algo fantástico, há alguns anos o clube não figurava entre os quatro melhores da Europa. Mas queremos o título e continuaremos fortes e focados na luta por ele.

A torcida do Liverpool ficou preocupada com a saída de Philippe Coutinho, mas você, Salah e Mané supriram a ausência dele. O clube ainda lamenta a saída dele?

É claro que foi uma grande perda para o Liverpool, pelo jogador que ele é e por ser um ídolo da torcida, mas a vida segue. É um dos grandes amigos que fiz no futebol e a gente sempre se fala. Nossas famílias criaram uma relação muito forte. É uma pena não ter mais o Coutinho no nosso convívio diário, mas o futebol é assim mesmo. Ele foi muito feliz aqui no Liverpool e hoje está muito feliz por estar no Barcelona.

Sua convocação para a seleção é praticamente certa. Já sonha com gols e com a vaga de titular no time de Tite?

Sempre entro em campo pensando em fazer gols, é o ofício do atacante. Imagina numa Copa do Mundo?! E o Tite sabe o que é melhor pra seleção. O certo é que teremos um elenco muito qualificado na Rússia, todos com condições de serem titulares, brigando pelo seu espaço e respeitando o do outro, e o dia a dia de treinamentos vai mostrar ao treinador quem estará preparado para assumir as vagas no time. O que importa agora é estarmos todos prontos, física, técnica e psicologicamente, para quando precisarem da gente.



Compartilhe: