Jornal do Brasil

Sexta-feira, 20 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Conmebol concede condecoração máxima a presidente da Argentina

Jornal do Brasil

A Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) anunciou, nesta quarta-feira, que vai oferecer sua máxima condecoração ao presidente argentino Mauricio Macri.

O título de 'Ordem de Honra do Futebol Sul-americano em grau de Grande Colar Extraordinário' vai ser concedido ao "presidente de clube que mais Libertadores conquistou na história da competição", indicou a Conmebol em seu site oficial.

O chefe do Estado argentino comandou o Boca Juniors entre 1995 e 2007. Durante o período, o clube venceu quatro de seus seis troféus na Libertadores.

A homenagem, proposta pelo presidente Alejandro Domínguez, foi concedida por voto unânime do Conselho da Conmebol "como exemplo de vontade, dedicação e contribuição ao desenvolvimento do futebol argentino e sul-americano".

Macri "representa um modelo genuíno para futuras gerações, de que o futebol como esporte é válido para exaltar um cidadão", fundamentou a Conmebol.

Sob seu comando, o Boca venceu 16 títulos: 6 troféus nacionais e 10 internacionais (4 Libertadores, 2 Intercontinentais, 2 Sul-americanas e 2 Recopas).

A equipe venceu a Libertadores em 2000, 2001, 2003 e 2007. Macri supera os presidentes Oscar Sobral (Independiente - 1973, 1974 e 1975), Gastón Guelfi (Peñarol - 1960, 1961 e 1966) e Osvaldo Domínguez Dibb (Olimpia - 1979, 1990 e 2002).

O prêmio vai ser entregue durante congresso ordinário da instituição, dia 12 de abril em Buenos Aires.

Agência AFP


Tags: conmebol, esporte, futebol, jogo, premio

Compartilhe: