Jornal do Brasil

Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Esportes

'Wall Street Journal': Polícia dos EUA investiga Rio 2016

Investigação é liderada pelo FBI junto com promotores do MP no Brooklyn

Jornal do Brasil

Autoridades policiais dos Estados Unidos investigam alegações de corrupção na atribuição dos Jogos Olímpicos de 2016 ao Brasil, de acordo com pessoas familiarizadas com a investigação, reporta o The Wall Street Journal Nesta quarta-feira (13). A investigação é liderada pelo escritório do FBI em Nova York, junto com promotores do Ministério Público dos Estados Unidos no Brooklyn. 

O jornal norte-americano ressalta que a investigação do país é mais uma, já que autoridades brasileiras e francesas também apuram a alegada atividade criminosa ligada aos jogos do Rio de Janeiro e outras competições internacionais de atletismo.

Um grande júri federal no Brooklyn estava em busca de testemunhos e documentos que tivessem conexão com a investigação dos Jogos Olímpicos recentemente, de acordo com intimação analisada pelo The Wall Street Journal. A investigação estaria focada em uma suposta compra de votos e corrupção, inclusive para lucrativos direitos de comercialização entre meios de comunicação. 

Investigação nos Estados Unidos é mais uma relacionada à realização dos Jogos no Rio
Investigação nos Estados Unidos é mais uma relacionada à realização dos Jogos no Rio

Segundo o jornal, a investigação é liderada pela mesma equipe do FBI e de procuradores que em 2015 apresentou acusações de corrupção abrangendo o futebol internacional e que há dois anos investiga o suposto doping russo patrocinado pelo Estado nas Olimpíadas.

Por mais de um ano, frisa a reportagem, as autoridades norte-americanas têm sido solicitadas a contribuir com a investigação conjunta entre autoridades brasileiras e francesas contra a alegada corrupção em torno da Olimpíada do Rio, investigação que já gerou acusações como a prisão de Carlos Nuzman, ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Na ocasião, procuradores brasileiros denunciaram o esquema de autoridades brasileiras com o Comitê Olímpico Internacional para apoiar a realização dos Jogos no Rio. 

"Os advogados do Sr. Nuzman têm repetidamente negado as acusações contra o cliente, que foi liberado da cadeia cerca de duas semanas após a prisão", escrevem Paul Kiernan e Rebecca Davis O’Brien.

Confira a reportagem na íntegra: 

:: U.S. Officials Probe Awarding of 2016 Olympics to Brazil

Tags: desvios, esporte, estados unidos, investigações, olimpíada, provas, rio

Compartilhe: