Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Totti dará pontapé inicial de jogo contra feminicídio em Roma

Partida lembrará da morte de jovem carbonizada pelo ex-namorado

Jornal do Brasil

O ex-jogador e agora dirigente da Roma, Francesco Totti, dará o pontapé inicial de uma partida de futebol no distrito romano de Ostia que lembrará de Sara Di Pietrantonio e de todas as mulheres vítimas de feminicídio.

O jogo, que será disputado na quinta-feira (23) no Centro Esportivo Longarina - Totti Soccer School, contará com a presença de magistrados, artistas e jogadores e está sendo organizado pelo Departamento para Igualdade de Oportunidades da Itália.

Além deles, haverá a participação de estudantes italianos que venceram um concurso que abordava os temas ligados à violência contra as mulheres e a mãe de Di Pietrantonio, Concetta Raccuia.

A subsecretária da Presidência do Conselho de Ministros do governo italiano e que gere o Departamento, Maria Elena Boschi, também confirmou presença.

A jovem Sara Di Pietrantonio tinha 22 anos no dia em que foi estrangulada e teve seu corpo queimado pelo ex-namorado Vincenzo Paduano, que não aceitava o fim da relação. O crime foi cometido em 29 de maio de 2016 e chocou os italianos, sendo que o assassino foi condenado à prisão perpétua.

Nos últimos anos, os casos de feminicídio tem aumentado na Itália e, segundo um estudo divulgado nesta terça-feira (21) pela ONG SOS Stalking, 84 foram assassinadas por companheiros ou ex-companheiros na Itália entre janeiro e novembro deste ano - uma média de uma morte a cada três dias. Duas delas estavam grávidas.



Tags: feminicídio, jogo, pontapé inicial, roma, totti

Compartilhe: