Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Esportes

Fifa releva atrasos e confirma seis sedes na Copa das Confederações

Portal TerraDassler Marques

Sem surpresas. Nesta quinta-feira, em São Paulo, a Fifa confirmou que a Copa das Confederações 2013 terá seis sedes pela segunda vez na história. Além de Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Fortaleza, foram ratificadas Salvador e Recife, cuja presença havia sido condicionada ao avanço das obras. 

Apesar de problemas, principalmente na capital pernambucana, a Fifa atendeu aos apelos do Governo Federal e optou por não excluir nenhuma das cidades.

O anúncio foi feito no Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, com as presenças de Walter De Gregorio e do diretor de marketing Thierry Weil, ambos da Fifa, do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e de Luís Fernandes, também do ministério. 

>> Copa das Confederações: preços dos ingressos variam de R$ 28,50 a R$ 418

>> Fifa mostra preocupação com estádios, mas diz: "Não há como voltar atrás"

>> Alpinistas fazem última simulação com lona que cobrirá Maracanã

O Comitê Organizador Local foi representado por José Maria Marin e Ronaldo. A Copa das Confederações, em sua nona edição, tem início marcado para 15 de junho. Brasil, Espanha, Japão, México, Uruguai, Taiti e Itália estão confirmadas. A representante africana será definida em fevereiro.

Cidade mais ameaçada de exclusão, Recife foi confirmada pela Fifa apesar de atraso nas obras na Arena Pernambuco, estimadas em 70% de conclusão. Nos últimos meses, a capital pernambucana fez alterações no projeto original e aumentou o efetivo de operários para ganhar força na Copa das Confederações. A previsão de entrega é fim de fevereiro, mas a Fifa exige a realização de dois jogos testes que devem ser feitos em abril.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB, também fez pressão junto ao governo federal para que seu estado recebesse o evento teste da Copa do Mundo. Fortalecido pelo desempenho de seu partido nas eleições municipais, Campos é considerado apoio indispensável pela presidente Dilma Rousseff na tentativa de reeleição em 2014, mas flerta com Aécio Neves, do PSDB. O panorama político fortaleceu os apelos do governador.

O atraso em obras da Arena Fonte Nova, em Salvador, e principalmente no Maracanã, no Rio de Janeiro, ainda reduziram o poder de argumentação da Fifa para eventualmente excluir Recife da Copa das Confederações. O estádio carioca também tem 70% de obras concluídas e o mesmo prazo de entrega, além de abertura para jogos testes em abril.

No próximo dia 1 de dezembro, São Paulo receberá o sorteio de grupos da Copa das Confederações mais inchada da história. Só em 2001, quando teve a organização dividida entre Coreia do Sul e Japão, o torneio teve seis sedes. A abertura ocorre no Estádio Nacional, em Brasília, e a final será realizada no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Tags: confederações, Fifa, Rio, sedes, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.