Jornal do Brasil

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

País - Eleições 2018

Bolsonaro mantém vantagem sem Lula

Índice que mais cresce no estado do Rio é de quem não votará em ninguém em cenário sem petista

Jornal do Brasil

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) manteve a liderança no mais recente levantamento do Instituto Paraná Pesquisas sobre a intenção de voto dos eleitores do Estado do Rio de Janeiro na corrida ao Palácio do Planalto. Isso no cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com Lula na pesquisa, Bolsonaro viu o ex-presidente petista, preso desde 7 de abril, reduzir a diferença de 3,8% para 1,1%. Com 26,6% das intenções de voto, Bolsonaro ainda lidera, mas agora em empate técnico com Lula, que tem 25,5%. No levantamento anterior, do início de maio, Bolsonaro tinha 25,1% das intenções de voto e Lula, 21,9%.

Preso desde o dia 7 de abril, Lula cresceu no Rio de Janeiro e encostou em Bolsonaro; logo atrás dos dois aparece Marina Silva, da Rede

No cenário sem Lula, o pré-candidato do PSL subiu de 27,4% para 29,1%. Em segundo lugar, a ex-ministra Marina Silva, da Rede, cresceu de 13% para 15,2%. Nenhum dos dois cresceu tanto quanto o índice de eleitores que dizem não votar em nenhum dos candidatos num cenário sem o ex-presidente petista, que foi de 17,1% em maio, para 25,4%. O índice dos que não souberam responder é que ficou quase inalterado, caindo de 5,2% em maio para 5,1%, agora em julho.

Cenário eleitoras sem e com a participação do ex-presidente Lula como candidato

Alckmin ultrapassa Álvaro Dias

No mais, a única mudança de posição dos pré-candidatos na pesquisa atual se dá entre Álvaro Dias, do Podemos, e Geraldo Alckmin, do PSDB, que, mesmo em empate técnico em todos os cenários, estava atrás do concorrente com ou sem Lula no último levantamento (3,1% ante 3,8% e 3,5% ante 4,1%, respectivamente). Alckmin, agora, ultrapassou Dias tanto no cenário com Lula (3,4% a 3,1%), quanto naquele sem o ex-presidente (4% a 3,7%).

Com relação ao restante dos candidatos, as alterações mais significativas foram as saídas de cena do ex-ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa e do presidente Michel Temer. No levantamento anterior, os dois ainda tinham suas candidaturas cogitadas, Barbosa pelo PSB e Temer, pelo MDB. 

O ex-presidente do STF oscilava de 9,4% a 10,8%, com e sem Lula, enquanto Temer não passava de 2,2% sem o ex-presidente no páreo. Substituto do presidente na campanha, Henrique Meirelles vai de 1,2% com Lula para 1,4%, sem o pré-candidato petista. A pesquisa ouviu 1.860 eleitores com 16 anos ou mais, em 46 municípios, de 14 a 19 de julho de 2018. O nível de confiança é de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,5% para os resultados gerais. 



Tags: bolsonaro, eleições, lula, política, presidência

Compartilhe: