Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Economia

Petróleo fecha em alta nesta sexta

Jornal do Brasil

O petróleo fechou em alta nesta sexta-feira (15), com a queda no número de plataformas ativas nos EUA nesta semana, que passaram de 751 para 747, segundo dados divulgados pela Baker Hughes.

O barril de WTI fechou em alta de 0,45%, cotado a US$ 57,30, mas encerrou a semana com leve queda de 0,1%. O barril de Brent fechou em queda de 0,13%, cotado a US$ 63,23.

Às 10h13, o barril de WTI para entrega em janeiro tinha alta de 0,56%, a US$ 57,36. Já o barril de Brent para fevereiro avançava 0,22%, a US$ 63,45. 

Por outro lado, o mercado também responde nesta semana ao avanço da produção norte-americana, que subiu 73 mil barris diários e chegou a 9,78 milhões de barris diários, a máxima desde o início da década de 1970 e perto dos níveis dos principais produtores da Rússia e Arábia Saudita, principais produtores de petróleo.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em janeiro fecharam em baixa de 2 centavos, a US$ 1,65 o galão, e os de gás natural para entrega no mesmo mês subiram caíram 7 centavos, para US$ 2,61 por cada mil pés cúbicos.

A Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) alertou que o aumento na produção norte-americana deve ter continuidade em 2018, o que prejudica os esforços da Opep e de outros países como a Rússia para conter a desvalorização da commodity. 

A IEA prevê que a oferta fora da Opep, incluindo a participação dos EUA, pode aumentar 600 mil barris por dia em 2017 e 1,6 milhão de barris por dia em 2018. 

>> Opep prorroga cortes na produção de petróleo por 9 meses

>> Jim O’Neill no 'Project Syndicate': A irregularidade do petróleo

>> 'Financial Times': Traders de commodities miram escala de participação no mercado

Tags: alta, baixa, brent, economia, opep, petroleo, wti

Compartilhe: