Jornal do Brasil

Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Economia

'Bloomberg': Bradesco espera que eleições de 2018 não atrapalhem crescimento de 4% no crédito

Jornal do Brasil

Demorou mais que o esperado, mas o total de empréstimos concedidos por bancos no Brasil deve finalmente voltar a níveis pré-recessão, diz reportagem da Bloomberg. A publicação, citando o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, aponta que mesmo que o país se direcione para uma "eleição incerta", as projeções para os créditos bancários em 2018 são "brilhantes".

"Se a alta do PIB chegar a 1,5%, com certeza, o crédito vai ter um aumento de 4% nos próximos 12 meses", disse Trabuco em entrevista à Bloomberg realizada em Nova York. 

Bloomberg frisa que o chefe do maior credor do Brasil por valor de mercado expressa confiança no presidente do Banco Central Ilan Goldfajn, e no ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, dupla que ele apelidou de "time de campeões". 

lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipisicing elit
lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipisicing elit

Para Trabuco, a dupla deve manter o país no caminho certo durante o ano eleitoral com uma política econômica alinhada que promova taxas de câmbio flexíveis, controle da inflação e cortes nos gastos governamentais. 

O total de empréstimos do Brasil teve uma queda de 2% nos últimos 12 meses. O principal motivo foi a queda no crédito concedido a companhias, que registrou queda de 8,7%.

Tags: 2018, bancos, economia, eleição, pib, projeção

Compartilhe: