Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

Economia

Petróleo perde força com dados sobre gasolina dos EUA

Jornal do Brasil

Os barris de petróleo negociados em Londres e Nova York registram queda nesta quinta-feira (19), após a divulgação dos dados oficiais sobre estoques e produção de petróleo dos Estados Unidos, pelo Departamento de Energia do país. O relatório apontou para queda inesperada nas taxas de utilização de refinarias e uma alta nos estoques de gasolina que sinalizou uma demanda mais lenta. 

Nesta quarta-feira (18), o Departamento de Energia dos EUA apontou para queda de 5,7 milhões de barris nos estoques de petróleo bruto, na semana encerrada no dia 13 de outubro. Barris de gasolina, contudo, tiveram alta de 900 mil barris, enquanto os de destilados subiram 500 mil barris. 

O relatório também apontou que a produção doméstica de crude caiu 11% em relação a semana anterior, para 8,4 milhões, como efeito do furacão Nate que atingiu a costa do Golfo dos Estados Unidos no início deste mês. 

Às 9h44, o barril de Brent para dezembro negociado na ICE, em Londres, tinha queda de 1,20%, a US$ 57,45. Já o barril de WTI para entrega em novembro, negociado no Nymex, em Nova York, recuava 1,23%, a US$ 51,40. 

Às 17h06, o petróleo do Mar do Norte perdia 1,65% em valor, a US$ 57,19 o barril; enquanto o crude do Texas registrava desvalorização de 1,35%, a US$ 51,34.

Tags: acordo, brent, demanda, estados unidos, estoques, oferta, wti

Compartilhe: