Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Economia

União Europeia barra importação de carne de empresas brasileiras

China e Chile suspendem importações; e Coreia do Sul proíbe venda de frango

Jornal do Brasil

A União Europeia decidiu nesta segunda-feira (20) suspender a importação de carne das mais de 30 empresas brasileiras investigadas na operação Carne Fraca, deflagrada na semana passada. A China e o Chile também determinaram a suspensão temporária de importação. A Coreia do Sul, sétima maior compradora, anunciou a proibição temporária de venda de produtos de frango da BRF, das marcas Sadia e Perdigão.

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, tem uma videoconferência com autoridades chinesas, marcada ára as 21h desta segunda-feira, para tentar conter o embargo. 

A China, segunda maior compradora de carne do Brasil, não desembarcará as carnes importadas do Brasil e recomendou a importadores que mantenham qualquer produto sem inspeção em depósitos. No caso da Coreia do Sul, o país quer que fornecedores enviem um certificado de saúde emitido pelo governo brasileiro. Mais de 80% do frango importado pela Coreia do Sul era do Brasil, grande parte da BRF.

Porta-voz da União Europeia destacou em evento em Bruxelas, nesta segunda-feira, que o grupo está em "processo" de garantir que as empresas implicadas nas investigações tenham importação suspensa. Ele não deu prazos para a conclusão deste processo, mas pediu que os países-membros da UE fiquem vigilantes em relação à carne brasileira.

>> 'Carne Fraca': Ministério exonera superintendentes do Paraná e de Goiás

Temer convidou embaixadores de países exportadores para uma churrascaria neste domingo
Temer convidou embaixadores de países exportadores para uma churrascaria neste domingo

A suspensão ocorre um dia depois das reuniões de Michel Temer com ministros e embaixadores de 33 países importadores da carne brasileira. Na ocasião, Temer convidou os embaixadores para uma churrascaria, e reforçou a ação da força-tarefa para fiscalizar estabelecimentos. Embaixadores da União Europeia e da Coreia do Sul estavam presentes, de acordo com o Palácio do Planalto.

O setor de carnes é responsável por US$ 12 bilhões em exportações por ano no Brasil. Em evento nesta segunda-feira (20), Michel Temer voltou a reforçar que o país tem "sistemas rigorosíssimos de avaliação" do mercado, e que quando o produto chega em um país estrangeiro ainda passa por uma nova inspeção. 

>> Entidade italiana alerta sobre consumo de carne do Brasil

>> Carne Fraca: Maggi diz que divulgará dados de empresas

>> Temer convida importadores a comer carne na churrascaria

>> Produtores são grandes vítimas do esquema da Carne Fraca, diz CNA

>> Ministro da Agricultura diz que 'não há risco nenhum' em carne brasileira

>> Polícia Federal prende 36 pessoas na 'Carne Fraca'

> > 'Clarín': Brasil se preocupa com futuro do mercado mundial de carnes

Tags: alimentação, brasil, carne, economia, exportação, mercado, venda

Compartilhe: